MCFC enfrenta o Mamoré, desfalques e cansaço

NA PONTA isolada, Bicho tenta superar problemas no retorno à casa depois de dez dias

Goleiro Thiago Wanderson entre os líderes do time do Montes Claros
O BICHO volta a atuar no Estádio José Maria Melo após dez dias como visitante no Mineiro do Módulo II. Motivado pela retomada da liderança isolada no final de semana, o time recebe o Mamoré, nesta quarta-feira, às 19 horas, pela 1ª rodada do returno da 1ª fase – Chave B. A expectativa é de um bom público diante da boa situação na tabela e, também, pela promoção anunciada pela diretoria: o torcedor com a camisa do clube (listrada ou branca) paga meia entrada. Os preços são R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

O TÉCNICO Didi Ferreira não repete a formação que venceu de virada o mesmo Mamoré, domingo passado, em Patos de Minas. Não há problemas de contusão, mas sim de ordem disciplinar. O zagueiro Santana e o volante Léo Baiano estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

ANTES DE analisar os possíveis substitutos, o comandante tricolor lembra que a superação do time não está apenas nos placares. “Fizemos dois jogos fora em dois campos de grandes dimensões. Mais do que isso: foram duas viagens longas e desgastantes”, relembra Didi. Para ele, mais do que analisar prováveis substitutos, já é hora de considerar também a questão física.

REAÇÕES

“NUM CENÁRIO como esse, a reação de cada atleta é diferenciada. Alguns deles já estão extenuados, além do que o nosso grupo é reduzido. É uma habilidade a mais que o campeonato exige da gente”, disse o técnico.

ATÉ AQUI, o Montes Claros recebeu 16 cartões amarelos no Módulo II. Léo Baiano e Santana são os primeiros suspensos automaticamente. Mas a lista tende a aumentar: Rodrigo Caixote e Rafael Filipe entram em campo nesta quarta-feira pendurados com dois amarelos.

SOBRE OS substitutos, Didi faz mistério, embora tenha utilizado opções das mesmas posições nos cinco jogos anteriores até aqui. O zagueiro Vinícius Almeida entrou em suas oportunidades para reforçar a marcação no jogo aéreo, enquanto o volante Diogo Assunção fez as vezes de lateral esquerdo.

A ENTRADA de Almeida no lugar de Santana é praticamente certa. Já no meio, há algumas variáveis: Diogo Assunção ou o recuo de Diogo Brasília para a função. Nesse segundo caso, Vinícius Nogueira deixaria o ataque para assumir a função de 4º homem no meio de campo e Índio entraria no ataque.

O PROVÁVEL time: Thiago Wanderson; Fayllon, Vinícius Almeida, Ralph e Rafael Bill; Rodrigo Caixote, Diogo Assunção (Vinícius Nogueira), Diogo Brasília e Rômulo; Vinícius Nogueira (Índio) e Rafael Filipe.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: