Escadinha mostra torcida para que cidade permaneça na Superliga

MESMO SEM saber qual será seu lugar na próxima temporada, o novo Montes Claros Vôlei ganhou uma torcida de peso para que se mantenha na Superliga Nacional. Multicampeão pela Seleção Brasileira, o líbero Serginho “Escadinha” fez um depoimento exclusivo ao JN ao final da vitória do Sesi/SP no Poliesportivo Tancredo Neves.

“MONTES CLAROS é uma cidade que respira vôlei e não pode passar por provações como aconteceu nesta temporada. O Estado de Minas Gerais é referência e quanto mais clubes, melhor”, disse. Quando perguntado se teve conhecimento da crise financeira que o MOC Vôlei enfrentou durante a competição, o líbero lamentou: “acompanhei mesmo de longe e ciente de todos fatos. O pior foi saber que havia outros clubes na mesma situação; espero que nada se repita daqui em diante”.

SERGINHO FEZ uma comparação entre os dois momentos vividos pelo vôlei montes-clarense na Superliga. No primeiro projeto da cidade, que chegou a ser vice-campeão brasileiro na temporada 2009/2010, ele jogava pelo Brasil Vôlei e numa das partidas dos play-offs foi ostensivamente vaiado por quase 10 mil pessoas que foram ao Poliesportivo. “Não importo com isso! Quero voltar aqui e ser vaiado de novo, mas com o ginásio cheio”. Na quarta, Sesi 3x1 MOC recebeu apenas 900 pessoas.

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: