Eleição na Liga fica para o próximo dia 14

REGISTRO DAS chapas vai até esta terça-feira, com atendimento e cessão de espaço da Secretaria de Esportes e Lazer

CONFIRMADA PARA o dia 14 de fevereiro, às 20 horas, na sede da entidade, a nova eleição para a presidência e conselho fiscal da Liga Montes-clarense de Futebol. O edital de convocação foi publicado nessa quinta-feira, na edição 2.308, do Jornal “O Norte de Minas”. O documento, datado de 28 de janeiro e assinado pelo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva, (TJD) Danilo Cléber Mendes Xavier, foi elaborado a partir de assembleia entre os clubes aptos ao voto, realizada na semana passada.

CONFORME O estatuto, o edital foi publicado por três dias consecutivos e poderão votar o Cassimiro de Abreu, Boca, Boca do Gole, Colorado, Cruzeiro, Mackenzie, NASA, Santa Lúcia, Vasco da Gama e Vila Luiza. O prazo para inscrições das chapas vai até este dia 4 (terça-feira que vem). Como a Liga está sem mandato e sem funcionários, a Secretaria Adjunta de Esportes e Lazer, na Praça dos Jatobás (Morada do Sol), será como uma central para os registros.

O HORÁRIO estabelecido é de 12 às 18 horas. Carlos Augusto Leite, o Carlão, coordenador do campeonato rural e que integra o quadro de servidores da secretaria, em comum acordo entre clubes e TJD, será o responsável para receber as inscrições.

ATENÇÃO AOS PRAZOS

SEGUNDO DANILO Mendes, os clubes que estiverem pendentes terão o prazo de até 48 horas antes das eleições para a regularização de suas situações. Da mesma forma, dois dias antes do pleito, deverão ser entregues pelo TJD o “nada consta” e a credencial para cada votante. O prazo será o mesmo para o clube se pronunciar, ainda, sobre quem participará da votação: o presidente ou um representante legal devidamente nomeado por procuração.

A PRIMEIRA eleição da Liga aconteceu dia 17 de janeiro e teve José Vicente Pereira como vencedor por seis votos a dois, mas foi anulada diante de irregularidades constatadas pelo TJD na convocação dos clubes e na expedição do nada consta e das credenciais de voto. O ex-presidente Eliezer Moreira, cuja gestão venceu no último dia do ano passado, assinou os documentos, o que perdeu o valor diante da inexistência de um mandatário. O estatuto da Liga determina que, neste caso, a convocação e a expedição de documentos passem a ser feitas pelo presidente do TJD.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: