MC Vôlei perde mais cinco atletas

PROPOSTAS DO exterior e de clubes da Superliga B provocam debandada e grupo fica reduzido; técnico ainda se mostra motivado


Nery terá apenas 11 atletas para jogar em Maringá, na terça
O ANO começou agitado pelos lados do novo Montes Claros Vôlei. A três dias do primeiro compromisso pela Superliga em 2014, o clube sofre, de uma só vez, cinco baixas no elenco que ocupa até aqui a nova colocação geral na principal disputa nacional. Dois deles eram até aqui titulares absolutos. Não há como negar que haja reflexos financeiros no fato, até porque o patrocínio master que viria da Caixa Econômica Federal,em torno de R$ 1 milhão, ainda não vingou.

AINDA NA manhã dessa sexta, a VENETA teve acesso à informação de que o oposto Wanderson e o ponteiro Bob, os dois principais pontuadores do time até aqui, aceitaram as propostas de transferência para a França e para o Irã, respectivamente. A dupla, inclusive, não está mais na cidade. Bob marcou até aqui 67 pontos, enquanto Wanderson é o líder disparado da equipe com 115 pontos em 11 partidas.

TAMBÉM DEIXAM o MC Vôlei os ponteiros Peixoto e Hugo de Léon e o terceiro levantador Renatinho. O primeiro se juntaria a Legran, que também estava no clube e se transferiu para o voleibol da Indonésia. Os demais voltam para Goiânia, cidade de origem do time antes da transferência em definitivo para o Norte de Minas. Vão disputar a Superliga B.

Ausências

NO TREINO da noite desta sexta-feira, no Poliesportivo Tancredo Neves, a confirmação das saídas por parte do técnico Nery Júnior. Todos eles já seguiram viagem. Ainda assim, mesmo com apenas onze atletas à disposição (o segundo líbero Jean está machucado), o treinador mostrou otimismo em brigar diretamente por uma vaga na fase dos play-offs. Atualmente, o Montes Claros é o nono colocado, uma posição abaixo do G-8. O próximo jogo será na terça-feira, às 20 horas, contra o Moda/Maringá, no interior do Paraná.

ALÉM DE Legran, o oposto Cris e o ponteiro Túlio já haviam deixado o elenco montes-clarense. A compensação é bem menor em comparação à debandada: o time contratou apenas o oposto Edinho, ex-Vivo Minas, ao final do ano passado, assinou com o jovem Ítalo Júnior.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: