Bicho vence Vasco de Francisco Sá no 1º jogo-treino da pré-temporada

FOI UM time diferente em cada tempo e até os atletas em idade juvenil entraram em campo; há proposta para mais dois testes na região

Diogo Brasília, entre os juniores Mateus Gaúcho e Emerson, fez o segundo gol
COM GOLS de Rômulo e Diogo Brasília, um em cada tempo, o Montes Claros Futebol Clube venceu o Vasco de Francisco Sá por dois a zero no primeiro jogo-treino preparatório para a disputa do Mineiro do Módulo II. O jogo foi realizado na tarde de domingo, no estádio Miguel Miranda, em Francisco Sá. Há convites para mais dois testes no Norte de Minas (Bocaiuva e Janaúba), mas a comissão técnica vai analisar as melhores datas para marcá-los.

NO PRIMEIRO tempo, o técnico Didi Ferreira mandou a campo um time com os atletas mais jovens do elenco, com exceção do goleiro Thiago Wanderson, do lateral direito Fayllon e do meia Rômulo – que estavam nos times titulares do ano passado. O atacante Daniel e o meia Pedro, com 17 e 16 anos, respectivamente, chamaram a atenção pela velocidade e potencial para finalizações. O gol foi marcado por Rômulo aos 10 minutos.

Com 16 anos, Pedro foi o camisa 10 do time na 1ª etapa, que também teve Fayllon (E)
NA SEGUNDA etapa, mudanças em todas as posições. Didi lançou outra equipe, mas com os atletas mais experientes. Em fase de testes, Ítalo foi observado na lateral esquerda. Diogo Brasília, de falta, logo aos 2 minutos, fez o segundo gol. O Bicho acertou a trave em dois lances, mas a falta de ritmo de jogo predominou e o time não conseguiu ampliar.

CALOR E FALTA DE RITMO

Técnico Didi Ferreira adiantou que o time precisará muito mais do ritmo de jogo
“ATÉ QUE o grupo não sentiu muito [o desgaste] mesmo com o forte calor, mas a parte técnica precisará de uma sequência maior de trabalho para atingir o que a gente realmente precisa”, disse o técnico Didi, lembrando que o Bicho trabalha há menos de uma semana.

O TIME do primeiro tempo teve Thiago; Fayllon, Jefferson Lorenzon, Acássio e Rafael Bill; Diogo, Pablo Lopes, Rômulo e Pedro; Daniel e Rafael Filipe. Na segunda metade, o Montes Claros contou com Gabriel; Rodrigo, Vinícius Almeida, Mateus Gaúcho e Ítalo; Léo Baiano, Rodrigo Caixote, Diogo Brasília e Emerson; Índio e Vinícius.

GRUPO ATUAL

EM RELAÇÃO ao grupo vice-campeão da Segunda Divisão, o MCFC perdeu os zagueiros Ralph e Herick, os laterais Diego Fiúza e Júlio César, os meias Celinho, Rafinha e Leandro Mineiro e os atacantes Ualisson Picachu, Tiago Pitbull e Dandão – que se aposentou. As peças de reposição, por enquanto, foram poucas. O clube contratou apenas dois: o volante Diogo Brasília (ex-Funorte) e o zagueiro Vinícius Almeida (ex-Arsenal). O lateral Ítalo, que é de Janaúba e já atuou em times profissionais, está em observação.

EM COMPENSAÇÃO, 21 jogadores foram mantidos: goleiros Tiago Wanderson, Gabriel e Gilmar (júnior), laterais Rodrigo (júnior), Fayllon e Rafael Bill, zagueiros Santana, Acássio e Jefferson (júnior), meias Léo Baiano, Pablo Lopes, Rodrigo Caixote, Diogo, Mateus Gaúcho (júnior), Pedro (Júnior), Rômulo e Emerson; e atacantes Índio, Rafael Filipe, Vinícius e Daniel (júnior).
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: