Bicho faz três em mais um jogo-treino

Assim como em Francisco Sá, Rômulo fez o primeiro gol em Glaucilândia
OUTRA VEZ foram dois times em cada tempo – mesmo com elenco reduzido –, Montes Claros FC vence o Grêmio de Glaucilândia

EM MAIS um teste contra um adversário amador, o Montes Claros Futebol Clube venceu o Grêmio Glaucilandense por 3 a 0, na tarde desse domingo, no Estádio José Porfírio de Carvalho, em Glaucilândia. Assim como aconteceu no jogo-treino em Francisco Sá, há uma semana, o técnico Didi Ferreira mandou a campo um time diferente em cada etapa.

OS GOLS foram marcados por Rômulo e Rafael Filipe, aos 11’ e 35’ do 1º tempo e Vinícius aos 32’ do 2º tempo.

Atacante Vinícius comemora o terceiro gol ao lado do meia júnior Pedro Ramos
COM OS vetos dos goleiros Thiago Wanderson (fratura no dedo) e Gabriel (inflamação no cotovelo), o ainda júnior Gilmar foi o único a jogar os 90 minutos. São apenas as três opções para a posição e o clube ainda busca contratar mais um nome: Manu (ex-Funorte), Igor Bramante (ex-Trio Clube) e o empréstimo de algum goleiro que estourou idade na base em algum grande clube mineiro são as alternativas apresentadas para atender a comissão técnica.

CADA TEMPO

NO 1º tempo, o Bicho teve Gilmar; Fayllon, Ralph, Vinícius Almeida e Rafael Bill; Rodrigo Caixote, Léo Baiano, Diogo Brasília e Rômulo; Índio e Rafael Filipe. Com pelo menos 10 finalizações ao gol, o time mostrou maior qualidade de passe. Santana, que seria o titular da zaga, também está vetado por causa de uma leve contratura muscular.

Lance do jogo-treino: o Montes Claros fez dois gols no 1º tempo e um na etapa final
NA ETAPA final, como o elenco está reduzido, Didi teve que escalar nada menos que seis jogadores ainda em idade júnior, entre 16 e 18 anos: Gilmar; Rodrigo, Alex, Mateus Gaúcho e Emerson; Diogo, Pablo, Peu e Pedro Ramos; Vinícius e Daniel. Destaque para as jogadas de ataque pelo lado esquerdo. A lamentar as jogadas mais ríspidas do adversário. Cinco jogadores do MCFC precisaram ser atendidos após faltas sofridas.

NADA DE SOBRECARGA

“USEI MAIS uma vez dois times porque não posso sobrecarregar o grupo. Estamos com apenas duas semanas de trabalho e se um jogador atuar por 90 minutos passo a correr o risco de perdê-lo para os primeiros jogos do Módulo II”, disse o técnico Didi. Dois atletas que atuaram em Glaucilândia ainda estão em fase de testes: o zagueiro Alex e o meia Rodrigo, que fez a função de lateral pela direita.

Zagueiro Alex (E) espera pelo acerto ao lado dos juniores Emerson e Rodrigo
“O RITMO é muito puxado porque treinamos todos os dias de segunda a sábado, mas os jogos são necessários para avaliar o trabalho. Ficar cansado é natural por causa do pouco tempo de pré-temporada”, explicou Alex, de 21 anos e 1,87 metro. O defensor passou pela base do Funorte em 2011, esteve por último no Guarani de Divinópolis e espera acertar com o MCFC. “O Módulo II é uma competição forte e que dá visibilidade. Tem muito jogador aí desesperado por uma chance dessas”, finalizou.

NO FINAL de semana que vem, o Montes Claros jogará em Bocaiúva contra uma seleção local ou contra algum clube amador. Será o último teste antes da estreia no Módulo II diante do Araxá, dia dois de fevereiro, no Estádio José Maria Melo.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: