Bicho tem direito a premiação e quer taça na estreia do Módulo II

FMF CONFIRMA que vice da 2ª Divisão receberá taça; presidente prevê despesas 30% maiores em relação a 2013

O Montes Claros foi o vice-campeão mineiro da Segunda Divisão e tem direito à taça
MESMO QUE não tenha conquistado o título, o Montes Claros Futebol Clube terá um reconhecimento oficial pelo segundo lugar do Estadual da Segunda Divisão. Além – é claro – da vaga de acesso para o Módulo II/2014, o Bicho será premiado pela Federação Mineira de Futebol (FMF) com a taça do vice-campeonato. Sobre a entrega, no entanto, caberá ao clube definir uma data no início do ano que vem.

NESSA SEGUNDA-feira, a VENETA conversou com Mara Rúbia Pereira, da assessoria de comunicação da FMF. Segundo ela, tradicionalmente o clube que tem direito à taça faz a opção em recebê-la na festa de lançamento dos dois principais campeonatos do Estado (Módulos I e II) ou, ainda, no dia do primeiro jogo oficial da temporada seguinte.

O MINEIRO do Módulo II será lançado junto ao Campeonato da 1ª Divisão, dia 21 de janeiro, em solenidade na Capital. Já o primeiro jogo do Bicho depois do acesso está marcado para o dia 02 de fevereiro, contra o Araxá, em Montes Claros. “O critério de escolha é da diretoria do clube. Alguns, por causa da ansiedade, preferem pegar a taça o quanto antes”, disse Mara.

Contra o Ganso

PROCURADO PELA reportagem, o presidente do Montes Claros Joeville Mocellin já fez a escolha. “O mais justo será dividir essa alegria com a nossa torcida, no dia 2, contra o Araxá”, disse. Por outro lado, ainda não pode sinalizar sobre uma possível promoção de ingressos. Isso porque tem que resolver primeiro a vida financeira do clube, como patrocínios, contratações e o apoio oficial do município, assim como foi neste ano, quando recebeu uma ajuda de custo aprovada pela Câmara Municipal.

NAS CONTAS de Mocellin, para a disputa do Módulo II o Montes Claros sofrerá um ágio de 30 a 40% nas despesas. “É uma competição mais cara em todos os sentidos: taxas, salários, viagens mais longas”. O presidente disse também ao JN que chegou propor o triplo do salário a alguns dos destaques do clube na campanha da Segundona, como Hérick, Picachu e Leandro Mineiro, mas mesmo assim não conseguiu concorrer com outros times do Estado e do interior de São Paulo.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: