Recent comments

Funorte cai em casa e na tabela

SEM OBJETIVIDADE, time é surpreendido como mandante e perde a chance de disparar; quarta já tem o Valério

Ivonaldo (E) recebe a marcação de Ricardo; FUN perdeu por 1x0
O FUNORTE desperdiçou a chance de se isolar na ponta do Hexagonal Final do Mineiro da 2ª Divisão. Mesmo em casa, foi derrotado pela Unitri, por um a zero, sábado à tarde, pela segunda rodada da competição. O gol foi marcado por Diogo Medeiros, aos 17 minutos do primeiro tempo. Antes do lance, houve duas faltas (uma para cada lado), mas que foram ignoradas pelo árbitro Josué Otaciano.

A DERROTA mandou o FEC da 1ª para a terceira posição. Já nesta quarta-feira, o time entra em campo para enfrentar o Valério, pela terceira rodada, às 18h30, mais uma vez no Estádio José Maria Melo. O zagueiro Reginaldo volta aos planos depois de cumprir suspensão automática.

A AVALIAÇÃO do técnico Luiz Eduardo Lima foi bem fiel ao que o Formigão mostrou em campo contra a Unitri – ou deixou de mostrar. “Meu time foi apático desde o início. Não adiantou ter maior posse de bola se não teve objetividade. Não conseguimos usar a linha de fundo uma vez sequer”, disse à VENETA. Ainda no primeiro tempo, o Funorte mudou em duas posições, uma delas de ordem médica. Eddiê chocou-se de cabeça com o adversário, sofreu um corte no supercílio esquerdo e precisou de atendimento. Ele apresentou um quadro de tontura e enjôo, mas sem maiores preocupações.

TRAVESSÃO E SÓ

O LANCE de maior perigo a favor do Funorte foi uma bola no travessão do meia/lateral Luiz Fernando, após a cobrança fechada de um escanteio pela direita, aos 22’ do 1º tempo. Por incrível que pareça, foi só isso que o setor ofensivo fez ao longo dos 90 minutos. “Tínhamos um crédito por ter vencido em Uberaba, mas agora acabou com esta derrota em casa”, completou Luiz.

“A GENTE teve a chance de manter a liderança, mas não soubemos passar pela marcação da Unitri. Mérito deles, mas isso não pode acontecer mais, principalmente quando jogamos em casa”, disse o meia Luiz Fernando, que jogou improvisado na lateral esquerda e não escondeu que teve dificuldades em marcar os adversários.

FUNORTE – Cristiano; Ivonaldo, Eddiê (Maxsuel), Martinez e Luiz Fernando; Diego Paulista, Dinei (Jean Carlo), Anderson Toto e Rafinha; Flávio Torres (Peri) e Léo Andrade. UNITRI – Fernando Pompéu; Diego, André, Tiago Paiva e Brasília; Patrick, Denner (Rudson), Ricardo (Saldanha) e Diogo Medeiros; Tiago Pereira (André Neles) e Vinícius.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.