Recent comments

Vôlei: projeto para três anos

APRESENTADO OFICIALMENTE, novo time Montes Claros faz planos para esta e as próximas temporadas; associação muda sede para MOC

Novo Montes Claros Vôlei foi apresentado na terça e tem média de altura de 1,94 m
COM A projeção de chegar entre os seis melhores na temporada da Superliga Nacional de Vôlei, que começa no próximo dia 14, o novo time do Montes Claros Vôlei foi apresentado oficialmente na noite de terça-feira e já com o discurso de manutenção do projeto pelos próximos três anos. A média de altura é de 1,94 metro e o central Athos é o mais alto dos atletas, com 2,04 metros.

A SOLENIDADE aconteceu no Restaurante Octoo, do Montes Claros Shopping Center, com boa participação do público. As duas torcidas organizadas (“Pirukas Moc” e “Orkutorcida”), que surgiram na época do primeiro time de vôlei da cidade (2009/2012), entoaram gritos de apoio.

O NOME Monte Cristo, que era utilizado pela equipe em Goiás, está mantido. O vice-presidente da Federação Mineira de Vôlei, Tomás Mendes, veio à cidade para o evento e confirmou ao JN que está em fase final de registro na entidade a mudança da sede da associação para Minas Gerais, conforme exigência da CBV para a disputa da Superliga Nacional.
Paulo Martins começou com um projeto social em 2007
GRADUADO EM Educação Física, com especializações em “Voleibol” e “Desenvolvimento de Pessoas” o técnico Paulo Martins se diz impressionado com a receptividade, o que considera como uma motivação a mais para o trabalho da equipe. “A transição foi rápida e muito intensa. Deixamos uma série de incertezas para trás. Esse apoio de imediato nos dá mais segurança para trabalhar ainda mais”.

EX-OPOSTO e central de equipes como São Carlos, Volta Redonda, Flamengo e Campos, Paulo fez questão de lembrar do surgimento do time a partir de um projeto social em Goiás, em 2007, que associou o aprendizado do vôlei à educação. “Alguns daqueles atletas estão neste time, mas antes de formar o jogador, queríamos formar o cidadão”.

Ginásio e Viva Vôlei

O PREFEITO Ruy Muniz disse que o município assumiu a logística do projeto, em especial a adequação do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves. “O Corpo de Bombeiros e a CBV já apontaram a necessidade de alguns ajustes”, disse. Segundo ele, o local vai gerar receita com o estacionamento, exploração de bares e shows eventuais. Outra informação adiantada pelo prefeito foi sobre a prestação periódica das contas do projeto de vôlei, com o suporte da FMV. Ao final, adiantou que dois dos dez núcleos do projeto social Viva Vôlei, de escolinhas esportivas, já estão definidos: um no Clube do Trabalhador do Sesiminas e outro no MCTC.

O ELENCO conta com os levantadores Renato, Everaldo e Fabiano; os centrais Legran, Alberto, Petrus, Athos e Lucas; os ponteiros Bob, Hugo Bozo, Danilo, Peixoto e Túlio; líberos Brendle e Gian e opostos Vivalde, Cris e Wanderson. Também compõem a comissão técnica Nery Júnior (auxiliar), Fernando Vieira (preparador físico) e Jomar Almeida (fisioterapeuta).

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.