Jemg: 4 ouros e 4 pratas para MOC na etapa final

DESTAQUE PARA os nadadores paralímpicos Vítor Dourado e Warley Júnior, únicos da cidade que vão para a fase nacional em Belém/PA

QUATRO MEDALHAS de ouro, quatro de prata e uma de bronze. Este foi o saldo da campanha dos estudantes montes-clarenses na disputa da fase final dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), encerrada no último sábado, em Passos, Sul do Estado. A cidade conquistou, ainda, mais três quartos lugares, mas sem direito a premiação.

Bi-amputado, Victor Dourado faz natação há cinco meses
OS TÍTULOS vieram das piscinas no esporte paralímpico. Vítor Rocha Dourado (Escola Normal) venceu a disputa na classe S9 (para amputados) do Módulo II, estilo peito e livre – 50 metros. Há um ano, ele foi vítima de um acidente de carro e perdeu parte da perna esquerda. Pela gravidade dos ferimentos, dias depois também teve a perna direita amputada um pouco abaixo do joelho. Antes afastado de qualquer prática esportiva, agora está há cinco meses envolvido com a natação.

WARLEY JÚNIOR Dias foi outro atleta “dourado”, primeiro colocado nos 50 metros livre e 100 metros costas na classe S10. Assim, eles serão os únicos representantes de Montes Claros nas Olimpíadas Escolares Brasileiras, entre 7 e 16 de novembro, em Belém/PA. Ataíde Júnior, também de Montes Claros, disputou e venceu o torneio de “Goalball” para cegos. Como a modalidade foi de demonstração, ele pode atuar por outra cidade (Uberaba).

COLETIVOS

NOS ESPORTES coletivos, ficou a frustração pelas derrotas em três finais dos alunos do Biotécnico. O time feminino perdeu por apenas um ponto de diferença na decisão do Módulo II contra a Escola Estadual Deputado Domingos de Azevedo, de Varginha (31 x 32). O detalhe é que, ainda no último quarto, as montes-clarenses estavam 10 pontos à frente e permitiram a virada.

O BIOTÉCNICO ficou também com o vice-campeonato no handebol feminino do Módulo II. Na final, foi derrotado pela Escola Estadual Cônego Monteiro, de Matias Barbosa, por 11 a 9. E no vôlei masculino do Módulo I, o Biotécnico foi superado pela Escola Estadual Duarte Pimentel de Ulhoa, de Uberlândia, por dois sets a zero.

A QUARTA medalha de prata foi conquistada também na natação, com Felipe José Maurício, da Escola de Educação Especial Vovó Clarice, também na modalidade paralímpica.

O BRONZE veio com a equipe de handebol feminino do Módulo I. O mesmo Biotécnico venceu a Escola Estadual Nyrce Villa Verde, de Juiz de Fora, por 15 a 6 na decisão do terceiro lugar.

QUARTOS LUGARES

UMA DAS quartas colocações aconteceu no Vôlei Feminino do Módulo II, com o time do Colégio Padrão. Outra foi com Maria Carolina Silva, da Escola Benjamin Versiani, nos 50 metros peito do Módulo II – natação. E no revezamento 4x50 metros medley misto, a equipe de Montes Claros terminou em quarto lugar com Emily Christie, Douglas Pablo e Esther Caetano, os três da Escola Normal, e Kaio Abreu, do Colégio Prisma.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: