Funorte Júnior: goleada em casa põe fim à briga pela Copa SP

DEPOIS DE desperdiçar um pênalti e outras duas boas chances de gol nos vinte primeiros minutos, o Funorte acabou goleado em pleno Estádio José Maria Melo e pôs fim às chances matemáticas de chegar à terceira colocação geral do Campeonato Mineiro Júnior. Na tarde dessa quarta-feira, o Formigão perdeu por 4 a 0 para o Araxá, gols de Toni (2), Elias e Mateus, e segue amargando a lanterna do Hexagonal Final (5 pontos e saldo de - 10 gols).

Funorte Júnior perdeu em casa: 0x4
MESMO QUE vença seus dois jogos restantes (Atlético e Cruzeiro), o Tricolor chegaria ao máximo aos 11 pontos, que já é a pontuação do terceiro colocado Ganso. Neste momento, o Araxá tem a vaga do interior para a Copa São Paulo Júnior de 2014. Não bastasse o revés como mandante, o FEC perdeu o atacante Ramirez, expulso no intervalo. O árbitro Roney Cândido Alves alegou que foi por reclamação, enquanto o atleta denunciou o árbitro por perseguição.

O TÉCNICO Erivelto Martins encontrou poucas explicações para mais uma derrota. “O futebol é assim. Tivemos grandes chances e não marcamos. Não adianta reclamar ou dizer que é falta de sorte”, resumiu. O pênalti foi cobrado pelo meia Diego e defendido por Neto. Antes, o goleiro do Araxá saiu nos pés do lateral Júnior para impedir a abertura do placar e o mesmo Júnior acertou a trave um chute de longa distância.

DAÍ EM diante, o Ganso dominou. Os gols vieram aos 36’ e 40’ do primeiro tempo e aos 13’ e 16’ da etapa final. O Funorte entrou em campo com dois desfalques: o capitão Felipe, com fortes dores nas costas, e o goleiro Stênio, que foi expulso no empate com o Desportivo Minas.

AINDA NA quarta-feira, o líder Cruzeiro (20) venceu o Desportivo Minas por 3 a 0, mesmo placar da vitória do Atlético (19) sobre o Nacional de Patos de Minas. No sábado, às 15 horas, o Funorte recebe o Atlético, na penúltima rodada do Hexagonal Final. Os ingressos custam R$ 5,00. (foto: William Tardelli - AEC)

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: