Começa a maratona da Taça BH

COM DISCURSO de motivação, Funorte estreia contra o Atlético e terá um jogo a cada dois dias na 1ª fase; Flamengo será na segunda

COM PRATICAMENTE a mesma base que fez a sexta campanha do Campeonato Mineiro da categoria, o Funorte inicia nesta quinta-feira, sua primeira participação na Taça BH de Futebol Júnior. O adversário é o Atlético, pela Chave B, às 15h30, no Estádio da Universidade Uni-BH, no Bairro Estoril. A arbitragem será de Wagner Ferreira de Souza (FMF).

DESDE A fundação, em 2007, o FEC tenta sediar em Montes Claros uma chave da Taça BH. Mas por causa dos custos elevados, já que a equipe anfitriã precisa oferecer alojamento, transporte e alimentação às delegações visitantes, a ideia foi sempre adiada. Pesou, também, a pouca disponibilidade de campos na cidade. No entanto, neste ano, aconteceu o inverso. O clube foi convidado pela FMF para participar da Taça como visitante.

Vitrine

CHEFIADA PELO supervisor Cláudio Teixeira, a delegação está na Capital desde ontem e tem reforços: sete jogadores foram emprestados pelo Montes Claros Futebol Clube especialmente para a disputa da Taça, que é vista como uma das principais vitrines do futebol de base do País. O regulamento permite a inscrição de 25 atletas entre 16 e 20 anos.

APESAR DA queda de rendimento na fase final do Estadual Júnior, o técnico Erivelto Martins vê outro cenário a partir de agora. “Por si só, a Taça BH motiva qualquer atleta que tem ambição no futebol. Conversamos bastante com o grupo sobre a mudança de realidade e esperamos uma campanha de destaque”, disse.

ELE TERÁ à disposição atletas como o goleiro Stênio, zagueiros Ayrton e Douglas Willian, laterais Júnior e Edgar, meias Pontal e Felipe e os atacantes Alex Júnior e Ramirez, que formaram a “espinha dorsal” no melhor momento tricolor no Campeonato Mineiro Júnior, ainda na primeira fase.

Próprio exemplo

RAMIREZ, ALIÁS, segue no clube mesmo com a sondagem feita pelo Cruzeiro para um período de testes na Toca da Raposa 1. “Claro que tenho ambição de um dia estar no Cruzeiro, até porque já tem algo encaminhado, mas o momento atual é aqui e vou defender as cores do Funorte”, explicou o jogador sobre o fato de ainda não ter ido para o clube azul.

SOBRE A projeção que a Taça BH dá, ele mesmo serve de exemplo. Na edição passada, quando defendia o Metalusina, foi observado pelo treinador cruzeirense Paulo Ricardo, que gostou do seu estilo, mas só veio reencontrá-lo no Mineiro Júnior deste ano, com a camisa do Funorte.

ENTRE OS que foram emprestados pelo Montes Claros estão os volantes Pablo e Mateus Gaúcho, zagueiro Acássio, meias Rodrigo e Emerson, atacante Daniel e o goleiro Gilmar – o mais novo da delegação com 17 anos.

ALÉM DE Galo e Funorte, a Chave B tem, ainda, Flamengo, Londrina, Grêmio Osasco e o Araxá. Como o time carioca tem maior apelo nacional é bem provável que o jogo da segunda-feira seja transmitido pelo canal Sportv.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: