Recent comments

Cross Country também cai no gosto dos corredores

COM UM roteiro misto entre asfalto, terra e pedras, 1º Desafio do Sapucaia/TV Geraes reúne mais de 200 pessoas

APROXIMADAMENTE 220 pessoas, entre crianças, adultos e idosos participaram da 1ª prova de Cross Country TV Geraes/Unimontes – Desafio do Sapucaia –, realizada no dia sete de julho, no Parque do Sapucaia (Serra do Mel). Somente na corrida de 5 quilômetros foram 156 participantes. Guilherme do Nascimento (geral masculino) e Elaine Santos Faria (geral feminino) foram os campeões.

ESSA FOI a segunda grande prova da modalidade em Montes Claros neste ano (a primeira apoiada pela TV Geraes). Em março, houve uma promoção do gênero em um loteamento ainda em obras no Bairro Santo Antônio, vencida também por Guilherme. Assim como o Enduro a Pé (trekking), que começou com uma disputada isolada, passou por uma copa de três etapas e hoje tem um campeonato norte-mineiro regular, o cross country, a partir do Desafio do Sapucaia, caiu no gosto dos praticantes do atletismo.

O ESTILO nada mais é do que uma rústica. O diferencial está nos tipos de piso. Ao invés somente do asfalto, os atletas correm em terrenos íngremes de terra ou mesmo de pedras, abertos ou com vegetação à meia altura ou mesma de mata fechada.


“Muito dura”

“A VITÓRIA é sempre motivadora, principalmente em uma prova muito dura por causa do piso irregular”, analisou Guilherme, de 26 anos, que foi o melhor entre os homens com o tempo de 17 minutos e 52 segundos. Uma semana antes, ele também havia vencido a Rústica José Nardel em comemoração aos 156 anos de Montes Claros, disputada somente no asfalto.

ALIÁS, OS três melhores do Cross Country na classificação geral entre os homens foram os mesmos da Rústica José Nardel, mas com apenas uma inversão. O experiente José Geraldo Duarte, o Lagartixa, de 51 anos sendo 30 de atletismo, foi o segundo na prova do domingo retrasado e acabou na terceira posição do Cross Country. Jefferson Dias Santos (24 anos) foi o vice-campeão do Desafio do Sapucaia. Na Rústica José Nardel, ele foi o terceiro colocado.

ENTRE AS 38 mulheres que cruzaram o portal inflável da linha de chegada, a campeã Elaine Santos (24 anos) fez o tempo de 24 minutos e 34 segundos, apenas seis segundos a menos que a segunda colocada Ângela Araújo, que sentiu o desgaste da prova e precisou de atendimento. Ela foi ultrapassada pela vencedora na reta final. Maria Terezinha Cotta (41 anos) ficou com o terceiro lugar no feminino, com o tempo de 24’52’’.

A PROVA foi organizada pelas acadêmicas do 4º período do curso de Educação Física Bacharelado da Unimontes, com co-realização da TV Geraes (Afiliada Rede Minas) e Bicho do Mato Esportes Radicais, com o apoio de empresas da cidade.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.