Cassimiro vence o clássico doméstico: 2 a 0

APLICAÇÃO TÁTICA foi o diferencial do time azul em sua primeira vitória nesta fase

VITÓRIA DO Cassimiro de Abreu no duelo doméstico de Montes Claros na segunda rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro Júnior. Sábado à tarde, diante de 278 pagantes no estádio José Maria Melo (e mais de 350 presentes), o “Mais Querido” derrotou o Funorte por dois a zero, em jogo marcado pelo excesso de cartões – quatro expulsões.

OS GOLS foram marcados por Rafinha e Índio ainda no primeiro tempo, e saltou da quinta para a segunda colocação da Chave B, com quatro pontos. O Formigão, por sua vez, permaneceu como lanterna, ainda sem pontos ganhos.

O JOGO

A APLICAÇÃO
tática do Cassimiro foi determinante para sua primeira vitória nesta fase. O time soube segurar a pressão do Funorte nos 20 primeiros minutos e teve eficiência em seus contra-ataques. No primeiro deles, Rafinha foi lançado por Índio, driblou um zagueiro e chutou para o gol. A bola desviou na marcação e enganou Manu: 1x0. A chance de ampliar veio logo em seguida, em lance parecido, mas Rafinha acertou a trave após o goleiro Tricolor tocar na bola.

O FUNORTE teve as suas melhores chances em jogadas aéreas. Duas foram defendidas por Lenílton e outra foi para fora. Aliás, o goleiro cassimirense seria imprescindível na ampliação do placar. Ele deu a saída de bola em direção ao campo de ataque e encontrou o atacante Índio livre pela direita. Após dominar, ele partiu para cima da marcação, passou pelo meia Gabriel e chutou cruzado e alto. Manu ainda tocou na bola, mas pela força não pode evitar o gol.

A VANTAGEM no placar deixou o Cassimiro mais tranqüilo após o intervalo, mas a primeira expulsão seria do lado azul. O lateral Iago acertou uma cotovelada no adversário e recebeu o vermelho direto. No entanto, a vantagem numérica não deu ao Funorte toda a força que precisava para pelo menos diminuir a desvantagem. Foram duas chances claras de gol – uma à queima-roupa –, mas o goleiro Lenílton defendeu ambas. O time continuou nervoso e errou passes demais. Na tentativa de recuperar a bola a qualquer custo, vieram três expulsões em apenas 12 minutos: Léo e Filipe (2º amarelo) e Wilton (vermelho direto).

MESMO COM dois atletas a mais, o Cassimiro não conseguiu ampliar. Rafinha chegou a ficar cara a cara com o gol adversário, mas Manu fechou bem o ângulo.

TIMES

CASSIMIRO
– Lenilton; Júnior, Acássio, Chalalau e Iago; Leilson, Pablo, Stefan e Rafinha; Índio (João Alfredo) e Rafael Lola (Arthur).

FUNORTE – Manu; Júnior, Altamiro, Ricardo e Diney; Barbosa (Wilton), Filipe, Léo e Gabriel (Luan); Marquinhos (Jorge Luiz) e Henrique.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: