Bicho poderá ter despesas extras na Segundona Mineira

ANTES MESMO de conhecer o seu futuro no Campeonato Estadual da Segunda Divisão, o Montes Claros Futebol Clube já sabe que terá de custear algumas despesas extras junto à Federação Mineira de Futebol por conta de fatos registrados em seus dois primeiros jogos como mandante, no estádio José Maria Melo.

POR CONTA de atrasos, o clube foi citado nas súmulas do empate diante da Ituiutabana (1x1) e na derrota para o Nacional (0x3). No primeiro caso, a ambulância do Corpo de Bombeiros só chegou ao estádio sete minutos depois do horário estipulado para a bola rolar.

NA PARTIDA seguinte, novo atraso na chegada da ambulância do policiamento: foram 18 minutos de espera segundo o relato do trio de arbitragem. Um os mesários da FMF que esteve na cidade disse que, conforme o regulamento, para cada minuto extra após o horário determinado para o início da partida, o clube mandante é obrigado a pagar R$ 100,00. Somados os tempos de espera, o Bicho já amargaria um prejuízo de R$ 2,5 mil.

TANTO O policiamento como o suporte médico é solicitado às corporações mediante a apresentação de ofícios por parte do clube. Como se trata de jogos com cobranças de ingressos, o Bicho teve que pagar taxas para contar com os serviços.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: