Saldo de oito medalhas para Montes Claros nas finais do JEMG

HANDEBOL DO Biotécnico e Futsal do Sólido têm vaga nas Olimpíadas Escolares Brasileiras; atleta paralímpico do EJA conquistou dois ouros nas piscinas


Time de handebol grava o Programa Momento Esportivo/Canal 20
DOIS OUROS, duas pratas e um bronze. Esse foi o saldo alcançado pelos representantes de Montes Claros nos torneios de modalidades coletivas nas decisões de título da fase final dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), realizadas no sábado, em Patos de Minas. Na versão paralímpica (como passa a ser chamado o esporte paraolímpico), que conta com os atletas portadores de deficiências, mais três medalhas para a cidade: dois ouros e uma prata.

O PRIMEIRO dos títulos por equipe veio no Handebol Feminino do Módulo I (ensino fundamental) com o Colégio Biotécnico. As meninas comandadas pelo técnico Hélder Carlos venceram a Escola Estadual Alfredo Catão, de Baependi, por 26 a 17.


Rogério paga a promessa e fica sem cabelo
JÁ NO Futsal Feminino do Módulo II (ensino médio), o Colégio Sólido fez dois a zero, nos minutos finais da decisão, sobre o time da Escola Estadual Dom Pedro II, de Ouro Preto. Na comemoração, as meninas chamaram a atenção das demais delegações porque fizeram o técnico Rogério Leal pagar uma aposta. Ele havia prometido raspar o cabelo em caso de título. Dito e feito.

CONFORME AS regras do JEMG, as duas equipes já estão classificadas como as representantes de Minas Gerais na disputa dessas modalidades nas Olimpíadas Escolares, entre novembro e dezembro, na cidade de Cuiabá/MT.

PARALÍMPICO

Jovem obteve duas medalhas na natação
NO JEMG Paralímpico, a cidade conquistou duas medalhas de ouro e uma prata na Natação do Módulo II. Warley Júnior Dias, do projeto de Educação de Jovens e Adultos do Governo de Minas (EJA) foi o primeiro colocado nos 50 metros livre e nos 100 metros peito para amputados, Módulo II. Felipe José Maurício, na Escola Vovó Clarice, foi o segundo colocado nos 50 metros livre do Módulo II (educação especial).

WARLEY FOI selecionado para o JEMG depois de participar do Festival Paradesportivo Regional de Montes Claros, realizado pelo governo do Estado, em junho, na Unimontes. Vindo de Três Marias, ele está internado numa unidade socioeducativa da cidade (Centro Nossa Senhora Aparecida de Montes Claros). Com o desempenho, foi convocado para representar Minas Gerais na disputa de natação nos Jogos Brasileiros Paralímpicos, em São Paulo, daqui a dois meses.

ANTES DE sua internação, o jovem nunca havia praticado o esporte. Passou a ser treinado pelo Hugo Barbosa de Paulo, no próprio centro. Em um mês, além de aprender a nadar em ritmo de competição, Warley também se aderiu ao vôlei sentado com o professor
professores Clodoaldo Luiz Fernandes, no Clube do Ferró. No JEMG, fez um trabalho específico com o time de Uberaba e, juntos, também vão para os Jogos Brasileiros.

PRATAS E BRONZE

O TIME
de Vôlei Masculino do Módulo I do Colégio Biotécnico conquistou o segundo lugar geral. Perdeu por dois sets a zero para a Escola Doutor Duarte Ulhôa, de Uberlândia, parciais de 15/25 e 23/25. O handebol feminino do Módulo II, também com o Biotécnico, foi superado pela equipe do Colégio Joaquim Monteiro, de Matias Barbosa, por 22 a 12, e alcançou a medalha de prata.

A EQUIPE do Colégio Unimax voltou para casa com a medalha de bronze no handebol masculino do Módulo II. Vitória por 19 a 16 sobre a Escola Estadual Benedito Ferreira Calafiori, de São Sebastião do Paraíso, na disputa pelo terceiro lugar.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: