Cruzeiro oficializa empréstimo e dupla já treina com grupo Tricolor

JÁ ESTÃO juntos ao grupo tricolor dois dos três atletas que o Cruzeiro prometeu emprestar ao Montes Claros FC para a disputa do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão. O zagueiro Wesley Silva e o atacante Alan, ambos de 20 anos, chegaram à cidade no início da tarde dessa quarta-feira e já foram para o trabalho no estádio José Maria Melo. Outro jogador celeste que também estava nos planos era o lateral-esquerdo Iago, mas o seu procurador, o ex-zagueiro da Seleção Brasileira, André Cruz, recebeu outra proposta de empréstimo.

Alan é atacante e só atuou pelo Cruzeiro
EMBORA ESTIVESSEM em ritmo pleno de treinamentos na Toca da Raposa, entre academia, treino físico e bola, Alan e Wesley não participaram do coletivo de ontem e apenas realizaram corridas ao redor do campo. O atacante Alan é paulista de Presidente Prudente e pela primeira vez deixa o Cruzeiro para jogar em um clube profissional.

BAIANO DE 1,84 metro, o zagueiro Wesley está no Cruzeiro desde os 15 anos. No ano passado, ele foi cedido para o Nacional de Nova Serrana no Mineiro do Módulo II e no primeiro semestre de 2012 passou pelo Tupi de Juiz de Fora, mas foi pouco aproveitado. Na miniturnê que a Raposa fez com o time B na Eslováquia, que teve o ex-goleiro Raul Plasmann improvisado como técnico, Wesley foi titular.

“COMPETIÇÃO SAUDÁVEL”

Wesley chega e é o 6º zagueiro do Bicho
NA TARDE de quarta-feira, em conversa com a VENETA, o defensor confessou que chegou a ser sondado pelo Democrata de Sete Lagoas para disputar a mesma Segundona, mas optou pela proposta que a Raposa fez de emprestá-lo para o Montes Claros. “Quando acontece uma situação de empréstimo, o Cruzeiro faz a consulta ao atleta. Tive interesse pela estrutura que o Montes Claros”, disse.

ACONTECE QUE Wesley é o sexto zagueiro a chegar ao Montes Claros e, teoricamente, sai atrás na briga por uma posição. Nos dois coletivos até agora, Wanderson e Nilo foram os titulares. Segundo ele, isso não lhe impressiona. “Quando cheguei ao Nacional em meio a uma competição, já havia seis zagueiros no elenco. No decorrer dos trabalhos, acabei ganhando a posição em alguns treinos e jogos. Respeito os companheiros de grupo, mas espero seguir este mesmo caminho por aqui, caso contrário nem teria vindo para o Montes Claros”, finalizou.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: