Com MOC no comando, mineiras vencem as primeiras no Brasileiro Sub-17 de Basquete

TIME SUPERA os 140 pontos em apenas duas rodadas, garante classificação antecipada e de quebra tem a cestinha
Minas Gerais venceu os dois jogos, assim como Pernambuco, mas tem melhor saldo de pontos
SOB O comando do treinador montes-clarense Rogério Sant’Anna e com duas atletas da cidade entre as convocadas, a Seleção de Minas Gerais iniciou com vitória, quarta à noite, no ginásio do Clube Vizinhança, em Brasília/DF, sua participação no Campeonato Brasileiro de Basquete Sub-17 Feminino de Seleções. Fez 75 a 48 nas meninas do próprio Distrito Federal.

O COMEÇO
arrasador continuou. Na tarde desta quinta-feira, a equipe venceu a seleção de Rio Grande do Norte por 74 a 37, na segunda rodada da Chave B – 1ª fase. 
Com 24 pontos em cada partida, a ala/armadora Maria Isabella, do Uberlândia Tênis Clube, é a cestinha da competição com 48 pontos. O time titular foi o mesmo nesses compromissos: Isabela Neves, Fernanda, Maria Isabella, Danielly e Andreza.

Keylla e Alynne são as duas atletas de MOC no grupo da Seleção
A ALA Keylla e a pivô Alinne, que são as duas únicas atletas de Montes Claros no grupo, começaram os jogos no banco de reservas, mas entraram em quadra nesses dois dias e marcaram 8 e 9 pontos, respectivamente. O regulamento prevê que os dois primeiros colocados de cada chave classificam-se para as semifinais.

COM OS 100% de aproveitamento e pela grande vantagem no saldo de pontos (64 pontos), Minas Gerais já está classificada, embora tenha o jogo desta quinta-feira, às 17h30, contra Rondônia. Os resultados da Chave A até agora foram estes: RN 40x39 RO, MG 75x48 DF, MG 75x37 RN e DF 71x34 RO.

SUSTO

ALÉM DE 
superarem as adversárias do Distrito Federal na estreia da quarta-feira, as mineiras conseguiram dobrar o cansaço. Após uma semana de treinamentos em Montes Claros, o time embarcaria para a Capital Federal na manhã do feriado da terça-feira, mas uma pane no sistema de combustível no avião impediu a decolagem.

COMO PERDERIA
a conexão de voo entre MOC-BH-Brasília se optasse pelo embarque em outro horário naquele mesmo dia, a comissão técnica optou em permanecer por mais um dia na cidade. A delegação ficou hospedada da terça para a quarta-feira no Hotel Monterey e só viajou para Brasília anteontem, chegando por lá poucas horas antes da estreia.

TIME MODIFICADO

Maria Isabella é a cestinha do Brasileiro com 48 pontos em 2 rodadas
RENOVADO em relação ao ano passado, já que a maior parte do grupo “estourou” idade, a seleção mineira é o atual campeã nacional da 3ª Divisão, o que lhe rendeu o acesso em 2012.

AS DUAS primeiras seleções de cada grupo classificam-se para as semifinais. Maranhão, Goiás, Pernambuco e Alagoas também estão na disputa, mas pela Chave A. As pernambucanas lideram com duas vitórias. O campeão, o vice-campeão e o terceiro colocado garantem as 3 vagas de acesso para a 1ª Divisão do Brasileiro, em 2013.

VÁRIAS CIDADES

SE O
time do ano passado tinha como base o Biotécnico/Funadem, de Montes Claros, com nada menos que cinco entre as dez atletas, o atual tem uma representação mais abrangente do basquete de base feminino. O grupo que treinou por uma semana – em dois períodos – no Poliesportivo de Montes Claros e na Praça de Esportes conta com doze meninas das cidades de Araguari (3), Cataguases (2), Montes Claros (2), Uberlândia (2), São Lourenço (1), Varginha (1) e Santa Luzia (1).

“EM MINAS, temos um dos campeonatos de base mais fortes do País e esperamos que isso se reflita neste Brasileiro. O trabalho da reta final de preparação esteve concentrado dessa forma”, disse o treinador. Jalber Esteves, técnico do Sesi/Cataguases, é o seu auxiliar.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: