Funorte: empate no último jogo "em casa"

EM SEU último jogo como mandante, mais uma vez a mais de 400 quilômetros de distância de Montes Claros diante do veto do estádio José Maria Melo pela falta de laudo de segurança, o Funorte conquistou seu segundo ponto no Campeonato Mineiro do Módulo II, sábado à tarde, no estádio Júlio Aguiar, em Patrocínio.

DEPOIS DAS inúmeras dispensas de atletas com o rebaixamento consumado na goleada sofrida pelo Araxá, há uma semana (1x5), o técnico Eduardo Amorim armou um time basicamente de juniores e empatou em dois a dois com o Uberlândia, pela penúltima rodada da primeira fase.

O MEIA Esquerdinha e o zagueiro Robson marcaram os gols do Tricolor, que se despede da competição apenas cumprindo tabela contra a Patrocinense, mais uma vez em Patrocínio, no fim de semana que vem. O Uberlândia chegou a abrir dois a um até o intervalo e cedeu o empate aos 20 minutos da etapa final.

MESMO CONSIDERADO favorito à semifinal e até mesmo ao título por causa dos investimentos (uma folha salarial de R$ 180 mil), o time verde do Triângulo Mineiro saiu da briga por uma das duas vagas para as semifinais. O Araxá, que venceu o Mamoré por 3 a 1 e chegou aos 17 pontos, é primeiro classificado da Chave A para as semifinais. O Sapo (17) vai disputar a segunda vaga com a URT (14) derrotou a Patrocinense por 3 a 1.

MAMORÉ E URT fazem o clássico na rodada final em Pato e os verdes têm a vantagem do empate para ir à semifinal. Já o Pato fica com a vaga se vencer por qualquer placar. Empataria nos pontos, mas ganharia no saldo de gols. Patrocinense com 10 e Uberlândia com 13, assim como o Funorte, só cumprirão tabela.

FICHA TÉCNICA

Funorte: Mateus; Fayllon, Flávio, Robson e Diogo; Mardônio, Léo, Esquerdinha (Ricardo) e Diney (Barbosa); Dandão e Kaíke (Gabriel). DT – Eduardo Amorim.

Uberlândia: Marcelo Cruz, Henrique, Fernando (André) e Fábio Fidélis; Ivonaldo, Balduíno, Gustavo, Rafael Ipuã (Ceará) e Esquerdinha; Robson e Hamilton (Mateus). DT – Wellington Fajardo.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: