CTS na Copa do Mundo 2014: Trade deixa escapar análise técnica do potencial de Montes Claros

EXPERIÊNCIA BEM sucedida com jogos internacionais de vôlei e estrutura de segurança ajudam Montes Claros na disputa

O DIRETOR executivo de Operações do Comitê Organizador Local (COL) para a Copa do Mundo no Brasil (2014), Ricardo Trade, deixou escapar que a estrutura logística apresentada por Montes Claros pode colocá-la como uma das favoritas para ser um dos Centros de Treinamento de Seleções (CTS) – como são oficialmente chamadas as subsedes.

ALÉM DE ser o 2º maior entroncamento rodoviário nacional, pesaria a favor da maior cidade do Norte de Minas a proximidade entre hotel, clube, campo de treino e aeroporto, sem a necessidade de se transitar pelo chamado “centro nervoso”. Além disso, o fato de a cidade contar com uma estrutura física e efetiva da Polícia Federal e do Exército Brasileiro – como quesito segurança –, além da experiência bem sucedida de ter recebido duas seleções internacionais, ao mesmo tempo, sem o registro de qualquer contratempo.

EM SETEMBRO de 2009, a cidade foi sede de dois amistosos entre os times completos de vôlei do Brasil e dos Estados Unidos, numa reedição de um dos maiores confrontos olímpicos de todos os tempos. As duas delegações ficaram hospedadas no Bonjuá Hotel, às margens da BR-251. Em maio de 2010, o local, assim como o Max Min Clube, a Unimontes e o Aeroporto foram visitados por técnicos autorizados pela Fifa para a avaliação de suas estruturas. O resultado final foi positivo, segundo Trade.

EXPLICAÇÕES

MAS COMO
ter acesso a informações detalhadas? Esse balanço do diretor de Operação da Fifa foi descrito à VENETA pelo secretário Municipal de Juventude, Esportes e Lazer, Geraldo Altamiro de Oliveira (Tatu), que esteve no último dia 30, em Vitória/ES, ao lado de Ricardo Trade participando como representante de Montes Claros no Seminário Geral dos CTS. O evento levou ao Espírito Santo cerca de 200 representantes das cidades candidatas aos CTS.

O DETALHAMENTO sobre o que a cidade tem como diferencial fez parte da conversa reservada que ele teve com Ricardo Trade. O diretor do COL tem certa ligação afetiva com a região do Norte de Minas. Sua mãe é natural de Salinas. “Ele (Trade) foi claro ao dizer que a estrutura da cidade, com hotel, clube e aeroporto todos numa mesma região (ao norte de Montes Claros), bastante próximos uns dos outros e com projetos concretos de ampliação ou mesmo de ajustes, foi referendada pela Fifa”, acrescentou Tatu.

O HOTEL Bonjuá, por exemplo, teria apresentado aos visitantes da Fifa, em maio do ano passado, o projeto de construção de dois campos oficiais e de pelo menos mais 20 apartamentos, reforçando o interesse de a cidade em receber uma seleção internacional, imprensa e até torcedores de um dos países classificados para o Mundial brasileiro.

CADA SELEÇÃO ESCOLHE

VALE RESSALTAR
que a escolha do CTS depende exclusivamente do país classificado para o Mundial de 2014, no Brasil. O fato de a sede brasileira da Novo Nordisk ser aqui revela certa torcida dos montes-clarenses para que a Dinamarca conquiste sua vaga à Copa de 2014. No entanto, cada seleção só poderá fazer a sua escolha mediante a aprovação da Fifa de cada uma dessas sedes.

NO BRASIL, há 244 locais apontados como potenciais candidatos a um dos 31 CTS. Até o início de 2013, somente 80 vão integrar o catálogo final da Fifa. No caso específico de Minas Gerais, 19 cidades brigam para receber uma das 31 seleções que visitarão o País durante a Copa. Montes Claros chegou a ser pré-selecionada entre as seis cidades de melhor atendimento aos requisitos básicos em Minas após uma série de visitas que técnicos ligados à Fifa fizeram pelo Estado. No entanto, por uma “sugestão” do então presidente da CBF, Ricardo Teixeira, que também comandava o COL, a lista foi ampliada.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: