ABC chegou atrasado e nem teve tempo para aquecimento

CRIADO HÁ 14 anos, o América Bocaiuva Clube (ABC) aceitou o convite para o jogo-treino contra o Funorte sem maiores pretensões, mas comemorou bastante o resultado. O time da cidade vizinha, a 42 quilômetros de Montes Claros, chegou uma hora atrasado ao campo da Lafarge, no Distrito Industrial, depois que o ônibus foi obrigado a parar no posto da Polícia Rodoviária Federal. Por causa disso, sequer fez um aquecimento, enquanto o Funorte cumpriu o ritual das corridas e bate-bola.

O ABC tem em seu currículo oito títulos municipais no futebol amador e varziano, além da Copa Regional/2011, venceu o Funorte com Farley (André); Valmir, Lô, Eduardo e Ratinho; Fernando CBT (Warlin), Thiago (Cascão), Matheus (Nenê) e Marcelinho (Thiaguinho); Dudinha (Rafael Filipe) e Dieguinho. O técnico é Pedro Cerol, também presidente do clube.

O JOGO foi organizado por Júlio Kléber, o Zelão, técnico do Vasco do Santos Reis, que teve como objetivo ajudar no tratamento de saúde do desportista Ricardo Fernandes. Ele passa por um tratamento de diabetes. Um dos pés está comprometido por causa da doença. No entanto, com o público foi reduzido (cerca de 100 pessoas), pouco dinheiro foi arrecado e a campanha continuará.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: