Tenista de Montes Claros vence etapa do Circuito Juvenil Nacional

JOÃO MOURA, que há 15 dias completou 16 anos, venceu a 2ª etapa de duplas, em Uberlândia

O TÊNIS de Montes Claros começa o ano com título. João Ataíde de Moura venceu a categoria de duplas na segunda etapa do Circuito Nacional Juvenil, que vem sendo disputado na cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Ao lado de Caíque Coelho (BH), venceu as quatro partidas contra mineiros, paulistas e catarinenses, todas por dois sets a zero.


A DECISÃO
teve um sabor especial, já que ele conseguiu derrotar o mineiro Murillo Sabatini (parceiro de Renan Maia/SC), dando o troco por ter perdido para ele a semifinal da categoria simples. Além disso, a premiação veio como um presente de aniversário atrasado. João completou 16 anos no último dia 17.

AGORA, ELE
permanece por mais uma semana no Triângulo Mineiro já que está em andamento a terceira etapa do Circuito Nacional de sua categoria (até o dia 3 de fevereiro).

JOVENS TALENTOS


O GAROTO
é treinado por outro jovem talento do tênis de Montes Claros: Felipe Oliveira, que também alcançou destaque no cenário nacional quando disputava s competições de base ao lado do irmão gêmeo Renato. Por um ano e meio, ele foi líder do ranking brasileiro infanto-juvenil. Os dois fazem a preparação na Academia Ibituruna Tennis Center, do professor Marcos César Gomes, que foi o treinador de Renato e Felipe Oliveira na década passada.

CAMPANHAS



A ESTREIA de João e Caíque no torneio de duplas da 2ª etapa do Circuito Nacional de Tênis Juvenil foi contra os mineiros Saulo Cândido e Bruno Henrique, vencendo-os por 6/3 e 6/1. Nas quartas-de-final, “derrubaram” Rodrigo Sales (MG)/Matheus Furlaneto (SP) pelas mesmas parciais (6/3 e 6/1).

JÁ NAS
semifinais, duelo contra os paulistas Guilherme Vieira e Paulo Mega, quando venceram por 6/4 e 6/1. Na final contra Murillo Sabatini (MG) e Renan Maia (SC), uma surpresa logo no primeiro set. João e Caíque quebraram todos os “serviços” dos rivais e fizeram 6/0. No set seguinte, confirmaram a vitória com parcial de 6/3.

NA CATEGORIA
simples, fez duplo 6/0 contra o carioca Christian Relvas na estreia e, na rodada seguinte, surpreendeu o próprio companheiro de duplas Caíque Coelho com duplo 6/1. Nas quartas, venceu José Renato Filho (SP) por 6/4 e 6/1 e garantiu vaga nas semifinais, na qual encontrou Murillo Sabatini pela primeira fez e foi derrotado pelo mineiro por dois a zero (4/6 e 1/6).
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: