Montes Claros espera abrir outra série de vitórias

TIME QUE fez 3-2 no Voltaço, recebe a UFJF e acredita que pode repetir início da Superliga quando venceu duas seguidas

Rafinha e Silêncio jogam diante da UFJF, nesta quarta
A SÉRIE DE resultados negativos do BMG/Montes Claros na Superliga Nacional de Vôlei ficou para trás. O time venceu o Volta Redonda, no último sábado, no interior do Rio de Janeiro, e reencontrou o caminho da vitória depois de cinco derrotas só de tropeços. Mas não foi nada fácil. O jogo precisou ir para o tie-break depois de o Esquilão perder o 1º e o 3º sets. As parciais foram de 22/25, 25/19, 23/25, 25/23 e 15/9. Já são oito jogos até agora, com três vitórias e cinco derrotas.

NA TABELA de pontos, no entanto, o time continua na décima colocação, agora com sete pontos, mas terá a chance de subir pelo menos um degrau já nesta quarta-feira, quando receberá o time da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), às 19h30, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves.

A DISPOSIÇÃO é de reiniciar uma segunda série de vitórias, como aconteceu no início da disputa diante do Campinas e do RJX. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) nas lojas Palimontes e nas bilheterias do Poliesportivo.

RECONQUISTA

ESSE SERÁ
o quinto jogo do Montes Claros em casa, onde venceu apenas uma vez, no dia 15 de dezembro: 3 a 1 sobre o RJX. Passar pelo UFJF seria uma forma de reconquistar a torcida, que ficou desconfiada e chegou até a vaiar os jogadores na terceira derrota como mandante, semana passada, contra o SESI/SP.

DUAS VEZES NO MINEIRO

NO CAMPEONATO
Mineiro foram dois encontros com o clube da Zona da Mata e o Montes Claros venceu ambos por 3 a 0. No entanto, o time que a UFJF tem hoje é bem diferente àquela formação e na classificação geral tem dois pontos à frente.

SUBIR POSIÇÕES

MAS O
duelo contra os mineiros dá ao Esquilão a oportunidade de subir uma posição, desde que vença o UFJF por 3-0 e 3-1, ou duas de uma vez, se confirmar a vitória e, ao mesmo tempo, o RJX perder por três ou dois sets de diferença para o Londrina/Sercomtel, também nesta quarta-feira. Se essa segunda possibilidade acontecer, o Montes Claros voltaria à oitava colocação, última na zona de classificação para os play-offs. Empataria em 10 pontos com o RJX, mas ficaria à frente pelo número de vitórias (4 contra 3).

PAI DE NOVO

TITULAR NOS
três últimos sets do sábado depois do fraco desempenho de Pereyra nos dois sets iniciais (apenas 3 pontos), o oposto Tuba foi o maior pontuador em Volta Redonda pelo lado do Montes Claros (16). Nesta quarta, ele seria desfalque, já que havia seguido viagem à cidade de Florianópolis para acompanhar o nascimento de sua segunda filha. O oposto foi liberado pela diretoria logo após a vitória no Rio de Janeiro. Segundo informação do clube ainda nessa terça-feira, ele não chegaria a tempo para o compromisso desta quarta-feira, mas o atleta já está de volta à cidade.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: