Cai um dos favoritos no Caldeirão

COM 100% de aproveitamento e o maior pontuador da competição até agora – o oposto argentino Pereyra, com 47 pontos –, o BMG/Montes Claros é um dos destaques no início da Superliga Nacional 2011/2012. Na noite de quinta-feira, marcada por uma chuva forte – que revelou as goteiras no teto do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves –, o time venceu o RJX, de Marlon, Lucão e Alan, todos da Seleção Brasileira, por 3 a 1.

AS PARCIAIS foram de 25/17, 32/20, 24/26 e 25/21, em 2 horas e 17 minutos, acompanhadas por 1.892 pessoas no Caldeirão. O argentino anotou 20 pontos, sendo 1 de bloqueio, 17 em ataques e dois de saque. Aliás, esse último foi o fundamento apontado pelo técnico Jorge Schmidt como diferencial no rendimento do time. “Sacamos muito bem e quebramos o passe do adversário”, resumiu.

EMBORA TENHA errado mais que o adversário (29 erros contra 28), o Montes Claros esteve bem em praticamente todos os fundamentos, em especial no primeiro set, com a vantagem de oito pontos em seu final.

BMG/MONTES Claros – Rívoli, Pereyra, Willian Reffatti, Léo Caldeira, Alberto e Salsa. Líbero – Fábio Paes. Entraram ainda Tuba, Rafinha, Silêncio e Paulo Anchieta. RJX – Marlon, Paulo Vítor, Dante, Lipe, Lucão e Ualas. Líbero – Alan. Também jogaram Thiago Sens, Théo e Guilherme.

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: