Carlão deve chegar até o início da Superliga

SALÁRIO E tempo de contrato definidos; questão depende agora da definição sobre banco que patrocina o clube e o que auxilia ex-jogador em projeto social

DEPOIS DO tropeço na semifinal do Mineiro que custou a vaga na decisão e o terceiro lugar geral como consolação, o BMG/Montes Claros retoma os treinos nesta terça-feira e só voltará à quadra no dia 10 de dezembro, no interior de São Paulo, contra o Medley/Campinas, na estreia de ambos pela Superliga Nacional 2011/2012.

ATÉ LÁ, espera anunciar oficialmente o ex-jogador Carlão como seu técnico para o restante da temporada. A base salarial e o tempo de contrato foram acertados, mas há apenas um ponto a ser discutido. - foto: divulgação


CARLÃO É patrocinado pelo Banco do Brasil no projeto social Embaixadores do Esporte, cuja vigência termina em outubro de 2012. Acontece que o time montes-clarense é patrocinado pelo concorrente BMG, o que impediria o ex-jogador de estampar a marca. A solução seria interromper temporariamente o acordo com o BB para que possa ser tornar técnico pela primeira vez em sua carreira. Após de outubro, voltaria ao projeto com um aditivo.


POR ENQUANTO, o auxiliar Leandro Dutra segue como técnico interino.


ÚLTIMA CONTRATAÇÃO, há duas semanas, o ponteiro Kléber Mineiro mostrou que ainda não está em seu melhor ritmo de jogo. Há possibilidades de não ser mantido no grupo, já que ele foi inscrito apenas para o Estadual e não agradou nesse jogo de sábado.


VOLTA DO
LÉO

O JOGO em Contagem marcou o retorno do ponteiro Léo Caldeira, recuperado de duas contusões seguidas. A primeira, um estiramento grau 1 no ligamento colateral medial do joelho direito e, logo em seguida, veio a outra: uma entorse no tornozelo esquerdo. O fisioterapeuta do time, Jomar Almeida, disse que o jogador teve uma recuperação surpreendente, muito graças à disciplina em seguir à risca o tratamento.

“O ESTIRAMENTO exigiria um tratamento de pelo menos 20 dias e ele foi liberado após somente dez dias de sessões. Já na torção no tornozelo, ele se recuperou em 5 dias enquanto que, nos casos dessa natureza, tem atleta que fica até 14 dias em tratamento”. foto - Rubem Ribeiro

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: