BMG/Montes Claros vai atrás do capitão Carlão

CLUBE AUMENTA a lista de candidatos ao cargo de técnico e quer ser o 1º na nova carreira do ídolo

CARLÃO GOUVEIA, por 11 anos capitão da Seleção Brasileira e atualmente comentarista de vôlei para o SporTV, aparece como a mais nova opção do BMG/Montes Claros na tentativa de definir seu novo comandante técnico. À véspera de mais uma Superliga Nacional, o clube estaria disposto a se tornar o “saque inicial” na carreira do ídolo brasileiro como técnico. O argumento está no próprio currículo do ex-jogador com títulos olímpico e mundial e que por 16 anos seguidos defendeu o Brasil.

O PRÓPRIO clube está sondando uma pessoa próxima a Carlão para convencê-lo a se tornar treinador a partir do Norte de Minas. Por enquanto não foi formalizada qualquer proposta a respeito, inclusive sobre a questão de salário e tempo de contrato. “O currículo dele fala por si”, resumiu o diretor Victor Oliveira, na noite de ontem. Ele lembra que o ídolo brasileiro possui “curso nível 3 de treinador da CBV”, o que pode ajudá-lo a aceitar o desafio.

CONCORRÊNCIA

NO ENTANTO, o Montes Claros sabe que vai precisar de um alto poder de convencimento para trazê-lo à cidade, uma vez que, além do compromisso como comentarista de TV, Carlão faz parte do projeto Embaixadores do Esporte, que o Banco do Brasil mantém junto aos campeões olímpicos de 1992. O EE percorre o País e visa incentivar a iniciação esportiva de crianças e jovens. Em 7 de setembro último, ele esteve em Montes Claros cumprindo agenda do projeto, assim como em 25 de maio de 2009, quando visitou a Unimontes. (foto: Alex Sezko)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

1 comentários:

Anônimo disse...

Com certeza um excelente nome, mas acho que não dar certo por seu temperamento pois, não aceitará ingerência da diretoria, motivo da saida do Manu, pois para diretoria vale mais o nome do que voleibol apresentadado pelo jogador, estão totalmente equivocados.