Palavra de Manu

NOVO COMANDANTE do time, o técnico Manu Arnaut evidenciou que, em um esporte de alto rendimento, as cobranças são proporcionais. O comentário respondeu à pergunta da imprensa sobre o seu estilo de trabalho. “Não há como não ser perfeccionista, porque você cumpre uma maratona muito intensa e vai sempre procurar minimizar os erros e exigir o máximo do que o seu atleta tem a oferecer”.

COMO O trabalho está começando do zero, sem que um base do time anterior tenha sido mantida, O técnico foi enfático ao afirmar que “há um equilíbrio entre cada opção que tem para o time e, por isso, não há um time titular pré-definido”.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: