Novo reforço, Tuba já fez quase 100 pontos contra o M. Claros

COM BOM rendimento de saque e ataque, jogador marcou 94 pontos em cinco jogos contra o Esquilão nas duas últimas Superligas

A SEMANA do BMG/Montes Claros começa com o anúncio de mais um reforço: Fabiano Bittar, o Tuba, oposto de 31 anos e que estava no Pinheiros/Sky na temporada anterior. O jogador chega ao grupo do técnico Manu Arnaut para ser a sombra do argentino Pereyra na briga pela titularidade da posição.

O INTERESSE do clube em Tuba foi divulgado pela VENETA no Jornal de Notícias na edição de 21 de junho. O diretor executivo Victor Oliveira havia confirmado o envio de uma proposta ao jogador. O nome que já agradava a diretoria foi indicado pelo novo treinador, Manu Arnaut.

HISTÓRICO DE PONTOS

EM SEU histórico recente, o oposto foi destaque em cinco partidas contra o próprio vôlei do Montes Claros, com 94 pontos. Na fase classificatória da Superliga 2009/2010, jogou somente no returno e fez 11 pontos. Nos três jogos pelas quartas-de-final, por exemplo, marcou 71 pontos como oposto do Brasil Vôlei Clube (BVC): 22 no primeiro (MOC 3x0 BVC); 22 no segundo (BVC 3x2 MOC) e 27 no terceiro (MOC 3x2 BVC). O então Bonsucesso/Montes Claros venceu a série por dois a um.

JÁ NA Superliga 2010/2011, atuou pelo Pinheiros/Sky na derrota para o BMG/Montes Claros pela 13ª rodada do turno (3x2). Fez 12 pontos. No returno, quando seu time venceu, não foi relacionado.

DESDE O INÍCIO

PELO BOM rendimento na disputa da Liga Mundial, na condição de o maior pontuador da seleção de seu país, Pereyra é o favorito à titularidade na função de oposto do time comandado por Manu Arnaut. Mas como a Argentina está praticamente classificada para as finais da Liga Mundial, é bem provável que ele se apresente ao clube somente ao final de agosto. Dessa forma, Tuba já chega ciente de que trabalhará no time principal desde o início.

O OPOSTO é o terceiro jogador que tem o Pinheiros como origem, que perdeu o patrocínio da Sky logo após a sua eliminação da Superliga e acabou encerrando o projeto de vôlei masculino profissional. Além dele, vestiram a camisa do tradicional clube paulista na temporada passada o central Silêncio e o ponteiro William Reffatti.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: