Talmo no grito da galera

ATRAVÉS DO site da Rede Globo, torcida elege o comandante do BMG/Montes Claros como o técnico da Seleção da Superliga

ELE NÃO chegou à decisão da Superliga como aconteceu na temporada anterior, em São Paulo, diante do Cimed/SC. Nem ao menos foi às semifinais 2010/2011, mas está entre os destaques ao final de mais uma edição da principal competição nacional de vôlei.

TÉCNICO DO BMG/Montes Claro
s, Talmo Curto de Oliveira foi eleito pelo site Globo.com, em parceria com o programa Esporte Espetacular – da Rede Globo, o melhor entre os 15 técnicos da disputa. Foto - Patrícia Gomes Ribeiro

FORAM TRÊS finalistas. O reconhecimento veio do público, uma vez que a votação foi intitulada “Seleção da Galera” exclusiva para os torcedores somente pela internet através do portal da emissora. Com 46% dos votos, ele ficou à frente de Marcos Pacheco, do Cimed, e Giovanni Gávio, nada menos que o campeão nacional pelo Sesi/SP.

JÁ O TIME
eleito pelo povo
, com nomes como o do levantador Ricardinho (Vôlei Futuro), do oposto Wallace (maior pontuador da Superliga) e do central Henrique (Vivo/Minas), é dar inveja a qualquer seleção do mundo.

O MÉRITO
Talmo divide com a torcida, a quem responsabiliza pelo empenho em sua expressiva votação. “Não seria a eliminação que tivemos nas quartas-de-final que poderia manchar a boa temporad
a que o Montes Claros teve entre 2010 e 2011”, disse o treinador à VENETA, na tarde/noite dessa terça-feira. Confira a entrevista.

Você conquistou 46% dos votos e olha que não chegou sequer à semifinal da Superliga...

TALMO –“Não há como esconder minha felicidade por este reconhecimento. Isso é muito importante para a minha carreira. Uma votação absolutamente expressiva que traduz o valor que a torcida dá ao time do Montes Claros. Apesar de não ter chegado às semifinais, fizemos uma temporada muito boa, com jogos marcantes. Enfim, sinal de que o nosso trabalho não ficou manchado”.

Olha só o time que a galera elegeu para você: levantador Ricardinho, líbero Serginho, oposto Wallace, centrais Henrique e Lucão e opostos Murilo e Filipe. Que potência hein?

TALMO - “Um time assim hein? Quem não queria trabalhar com eles? (risos) É um time dos sonhos; eu diria uma seleção brasileira (risos)”. Foto - Alexandre Arruda

Esse tipo de sensação de ser eleito o melhor técnico em uma votação popular e com um “Dream Team”, mesmo sendo hipotético, dá para pensar um dia em ser substituto natural do Bernardinho na seleção brasileira?

TALMO –“Não faço essa associação. Penso primeiro em meu trabalho, aprimorar, ganhar títulos, amadurecer. O processo de crescimento tem que ser gradativo e natural. Aí sim, acumulando experiência, quem sabe um dia chego lá”.

A atual fase do Montes Claros é de especulações. Como é que você convive com isso?

TALMO – “Há uma expectativa muito grande para que as coisas dêem certo, mas
sei que o futuro depende muito do apoio dos patrocinadores. Todo mundo do clube com quem mantenho contato está ligado neste momento e espera um desfecho feliz, mas é prematuro afirmar algo”.

Você está de volta a Montes Claros depois de ir para a terra natal (Itabira). Por causa das férias, está longe da rotina de treinos e jogos. O que tem feito?

TALMO – “Estudando voleibol. Revendo muita coisa que foi trabalhada neste ano e buscando aprender outras. O esporte é muito dinâmico”.

Sendo graduado em educação física pensa em ir para a sala de aula? Dá para conciliar?

TALMO – “Penso muito nisso. Sou licenciado em Educação Física e gostaria de lecionar em um dos cursos que a cidade tem. Há essa possibilidade de conciliação. Acho que levo jeito para a coisa”. - Foto: Carlos Manoel

Muitos te consideram calmo e paciente. Acha isso?
TALMO – “Nem tanto (risos)”.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: