Funorte: um problema de cada vez

PELA SOBREVIVÊNCIA na Elite, Funorte se concentra primeiro no dever de casa para depois torcer contra o Tigre

UM PROBLEMA DE cada vez. Esta parece ser a linha de pensamento do Funorte para seu derradeiro compromisso pelo Campeonato Mineiro da 1ª Divisão, domingo, às 16 horas, no estádio José Maria Melo, contra o Democrata de Governador Valadares. Com uma campanha ruim, o FEC será obrigado a vencer para se safar do rebaixamento logo em sua primeira temporada na Elite. Por isso, neste momento, o grupo se concentra neste problema e deixa um pouco de lado a necessidade de torcida pelo tropeço do Ipatinga diante do Tupi, no mesmo dia e horário.

O FORMIGÃO TEM cinco pontos em 10 rodadas e ocupa a 11ª posição, à frente apenas do próprio Democrata. Os dois cairiam para o Módulo II/2012 se a competição terminasse como está. O que mantém a esperança tricolor é a matemática: se vencer no domingo salvará a pele desde que o Ipatinga não vença. No caso de empate do Tigre, os dois ficariam com oito pontos, mas o FEC teria a vantagem no número de vitórias: duas contra uma.

“DE NADA ADIANTA o resultado acontecer por lá se a gente não fizer a nossa parte”, adiantou o técnico Luiz Eduardo logo no início da semana, já pedindo aos seus jogadores concentração máxima para dar conta do recado diante da torcida. “A partir daí, se atingirmos a nossa missão, vamos esperar pelo resultado que ajude em nossa classificação entre os dez primeiros”, completou o comandante. Foto - Wilson Xu Medeiros
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: