Escolas assumem as despesas do JEMG

SEM RECURSOS do município para custeio, a participação de Montes Claros no JIMI é caso perdido, como já foi dito em verso e prosa nas matérias e colunas dos últimos dias.

MAS NO CASO dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMGs), mesmo com a negativa da Prefeitura em arcar com os seus custos, as escolas e colégios resolveram assumir os ônus por conta própria para a realização da etapa municipal. O assunto foi tratado em reunião no MCTC, na sexta-feira passada, entre técnicos, professores de educação física e árbitros.

CADA EDUCANDÁRIO pagará R$60 por modalidade. O JEMG local começará no dia 11, com modalidades coletivas (handebol, futsal, vôlei e basquete) nos módulos I (ensino fundamental) e II (médio) até dia 15 deste mês. Ao final desta fase, os campeões de cada esporte precisarão de uma espécie de favor da Prefeitura. Até o dia 18 de abril, caberá a ela homologar o resultado local e encaminhá-lo à coordenação estadual dos jogos para que Montes Claros tenha representantes na fase microrregional, no dia 1º de maio.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

1 comentários:

paulo lacerda disse...

é assim que o prefeito trata o esporte e a juventude? ou será que é por que os jogos não traram nenhum beneficio politico ou financeiro?.
montes claros esta cada vez mais no fundo do poço.