Montes Claros conhece o caminho da vitória na Arena

Dia dois de novembro de 2009, final do Mineiro: Montes Claros vence o Minas de virada por 3x2 em um de seus três êxitos na Arena JK

NAS OITO VITÓRIAS QUE TEM SOBRE O histórico rival, três foram em Belo Horizonte, sendo duas de virada - uma na final do Mineiro/2009

O BMG/MONTES Claros precisará a todo custo de uma vitória sobre o Vivo/Minas nesta quinta-feira,às 21h45, na Arena JK, em Belo Horizonte, para não se despedir precocemente da briga pelo título da Superliga Nacional de Vôlei já nos primeiros play-offs. Como perdeu no primeiro duelo das quartas-de-final (1x3), segunda-feira, em casa, terá de vencer para forçar a realização do terceiro confronto, já neste sábado, no qual seria mandante pela vantagem da melhor campanha na primeira fase.

SE TODA A ajuda é bem-vinda em um momento decisivo como esse, não custa nada resgatar na historia recente do confronto que uma vitória norte-mineira na Capital sobre os minastenistas não é nada absurdo. Nos 13 confrontos entre Montes Claros e Minas, há oito vitórias do Esquilão, sendo três em plena Arena JK.

AS VITÓRIAS POR LÁ

A PRIMEIRA DELAS
foi na estreia de ambos no Desafio Globominas, dia 30 de setembro de 2009: 3 a 1, parciais de 25/20, 16/25, 28/26 e 25/19. A segunda veio na final do Campeonato Mineiro daquele mesmo ano, no dia dois de novembro, e de forma sensacional, pois perdia por dois sets a zero e virou para 3 sets a 2, com parciais de 20/25, 23/25, 25/12, 25/23 e 15/10.

A TERCEIRA aconteceu no dia 23 de janeiro de 2010, pela 14ª rodada da Superliga. O Montes Claros venceu por três a um, também de virada 21/25, 25/23, 25/20 e 27/25.

O LEVANTADOR e capitão Rodriguinho já adiantava isso ao final do jogo do início da semana. “A gente tem plenas condições de ir lá e devolver a derrota”, disse. As palavras foram reforçadas pelo central Giovanni (ao alto, na foto ao lado). “A gente tem confiança em nosso trabalho; diria até em excesso. Depende da gente essa vitória. Acredito muito que haverá mais dois jogos contra o Minas”.

O CURIOSO É QUE, na segunda-feira, o vencedor da noite Thiago Brendle (foto ao lado), ex-líbero do próprio Montes Claros, falou à VENETA sobre esse risco. “O mando de quadra não é completamente decisivo. Como viemos aqui e vencemos, temos que ter atenção para o Montes Claros não ir a Belo Horizonte e nos vencer”.

NO ENTANTO, ele adiantou que será impossível o Vivo/Minas entrar em quadra como esse fosse o primeiro jogo do confronto. “Temos uma vantagem e a vitória nos dará a vaga. Então, esse duelo de quinta-feira (hoje) não será apenas mais um jogo”, analisou o líbero.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: