Funorte vai com três zagueiros em Teófilo Otoni e novidade com a camisa 10

Treino final dessa quinta mostrou time com o mesmo esquema tático, mas novidades entre os titulares

O COMANDO DO Funorte não é mais o mesmo há duas semanas, desde a chegada de Luiz Eduardo Lima em substituição ao demitido Wagner Oliveira. Mas algumas coisas do ex-treinador foram preservadas para a retomada da disputa do Campeonato Mineiro, a partir de amanhã, às 17 horas, contra o América em Teófilo Otoni. A preparação para este compromisso foi encerrada com o coletivo da manhã de ontem, no estádio José Maria Melo, com fortes sinais de que o esquema de três zagueiros será repetido no Vale do Mucuri.

ASSIM COMO O antecessor, Luiz não é fã da antecipação do time titular e prefere sustentar dúvidas de ordem técnica até minutos antes da cada partida Mas a formação trabalhada por ele no treino final em Montes Claros segue aquela que os laterais passam a ter mais espaço para o apoio quando seu time tem a posse de bola. Se for para marcar, recebem o apoio dos volantes.

COM AS SAÍDAS de Anderson Silveira e Patrick nesse intervalo desde o jogo contra a Caldense, Fabrício assumiu a direita. Na outra ala, o treinador surpreendeu ao escalar Caio Villela como titular. Stanley, considerado o atleta mais regular do clube até agora e por isso dono indiscutível da camisa seis, será aproveitado no meio de campo como armador.

A FUNÇÃO NÃO É novidade para o canhoto, já que atuou por algumas vezes nessa posição na campanha do Ituiutaba que culminou com o vice-campeonato da Série C do Brasileiro em 2010. Assim, Binho, Anderson Vieira e Vinícius seguem na linha de zagueiros para o compromisso em Teófilo Otoni.

ALÉM DE STANLEY, o meio de campo teria Marcelino e Anderson Toto como volantes. Dandão e Ualisson Mineiro treinaram no comando do ataque, o que surpreendeu, pois o recém contratado Edenílson veio com o cartaz de ser o homem de área Tricolor. Até então, viajou como opção de banco.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: