Montes Claros x Vôlei Futuiro: vencer, independente da pedreira

DE VOLTA À casa depois de uma vitória e uma derrota em quadras paulistas na última semana, o BMG/Montes Claros tem a chance de reabilitar-se na Superliga Nacional em grande estilo, hoje, a partir das 21 horas, contra o Vôlei Futuro, pela 8ª rodada do returno (1ª fase). A previsão é de casa cheia, diante da média de público do time em casa até o momento: 4,7 mil pessoas/jogo.

EM SEU ÚLTIMO compromisso, o Esquilão perdeu surpreendentemente para o vice-lanterna São Caetano/Tamoyo por 3 a 1. A sucessão de erros naquele compromisso, segundo o central Giovanni Chagas, foram corrigidos nos treinos da semana. “O time precisa se concentrar mais e também colocar seu poder de superação em quadra”, disse.

DE FATO, A REAÇÃO nesta noite, mediante a uma apresentação convincente, pode ser tratada como obrigação pelos planos traçados pelo time montes-clarense. Quer permanecer entre os quatro primeiros colocados para ter vantagens no mando de quadra nos play-offs. Hoje, ocupa justamente o quarto lugar, com 35 pontos.

MESMO QUE ESTEJA na sétima posição, o adversário VF é um dos times que integram a lista dos fortes candidatos ao título. Para confirmar isso, basta ver a sua escalação: o levantador Ricardinho, central Lucão, líbero Mário Júnior e o oposto Leandro Vissotto (segundo maior pontuador da competição com 325 pontos), todos da seleção brasileira, além dos também selecionáveis cubanos Iznaga e Camejo. (Foto: Clésio Robert)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: