Cinco sets para vencer o xará

BMG/M.CLAROS faz outro jogo desgastante em SP, mas se mantém invicto no returno; amanhã, encara o lanterna

PARECE SER A sina do BMG/Montes Claros fazer cinco sets contra adversários paulistas quando o jogo acontece na capital ou próxima dela. Mas pelo menos dessa vez o enredo foi diferente do que aconteceu contra o Sesi/SP e o Pinheiros/Sky, pois o Esquilão venceu o BMG/São Bernardo por três sets a dois, de virada, na noite dessa quinta-feira, no Ginásio Adib Moisés Dib, no ABC Paulista. O confronto foi válido pela sexta rodada do segundo turno da Superliga Nacional de Vôlei.

PARA ESTE sábado, às 11 horas, em São Caetano do Sul, o desafio parece ser teoricamente menor. O adversário é o São Caetano/Tamoyo, lanterna da Superliga com apenas uma vitória. No encontro do turno, em Montes Claros, o BMG venceu por três a zero.

DUREZA

NA QUINTA-feira, as parciais foram de 21/25, 24/26, 25/23, 29/27 e 15/12. Chamou atenção a alternância de vantagem nos placares de cada set, sinal de como o duelo foi equilibrado. O Montes Claros conquistou 70 pontos de ataque, sete de bloqueios e cinco de saque, além de 32 erros do adversário. No entanto, o time cometeu mais falhas e 35 pontos do São Bernardo foram de erros montes-clarenses.

COM O RESULTADO, o time segue invicto no returno e na quarta colocação, agora com 34 pontos e 15 vitórias em 19 jogos. Cimed e Sesi/SP, com 38 pontos, e Sada/Cruzeiro, com 26, são os times à frente do Pequi Atômico, mas com um jogo a mais. Ainda sobre a partida no ABC Paulista, Bruno Zanuto e Alemão marcaram 20 pontos, assim como Túlio, do São Bernardo, e os três terminaram empatados como os maiores pontuadores após 2h38 de jogo.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: