Funorte fecha lista com mais cinco nomes

OUTROS DOIS jogadores também foram anunciados, mas ficarão em testes durante a pré-temporada

DOIS MESES APÓS a chegada do técnico Wagner Oliveira, em 1º de novembro, o Funorte pôs fim à novela sobre contratações. Na tarde desta terça-feira, a diretoria anunciou o segundo e último pacote de reforços, com cinco nomes para o grupo que disputará o Campeonato Mineiro da Primeira Divisão. Mas nem todos ainda estão em Montes Claros e, por isso, somente parte do grupo profissional seguirá viagem para Janaúba nesta quarta-feira, de manhã, local da pré-temporada até o dia 22 de janeiro.

O MAIS CONHECIDO deles é Pedrinho, armador de 34 anos que nos final dos anos 90 passou pelo Palmeiras e Juventude. Ainda vestiu a camisa do Botafogo do Rio em 2001, mas ficou a maior parte de sua carreira em clubes do Paraguai: 12 de Octubre, 3 de Febrero, Nacional, 2 de Mayo e Libertad, pelo qual chegou a disputar a Copa Libertadores de 2004. Seu último clube de maior projeção foi o Atlético Goianiense, pelo qual chegou até às oitavas-de-final da Copa do Brasil em 2008.

AINDA FAZEM PARTE da relação os goleiros Raphael Barrios (ex-Colo Colo da Bahia) e Washington de Souza (ex-Naviraiense/MS), além do zagueiro Vinícius Zaqui (ex-Villa/MG) e o lateral Diego Pires, que estava no Petrzalka, da Eslováquia. Indicado por um empresário, o zagueiro Luiz Pedro também faz parte da lista, mas ainda passará por um período de testes. O mesmo acontece com o meia atacante Kalu, de 22 anos, que passou por times do Espírito Santo e do Rio de Janeiro. Casos sejam aprovados, ambos assinarão contratos.

EXPLICAÇÕES

A CHEGADA DE Pedrinho e dos demais reforços põe fim às outras negociações que o clube realizava paralelamente e já se arrastavam desde novembro, como as do meia argentino Cristian Oscar Ortiz e do volante Serginho Carioca (ex-Atlético). Não houve acerto financeiro com o empresário Anderson Nassrala, que representa ambos (vide entrevista com o superintendente do FEC).

AINDA HOJE, NO Centro de Treinamentos do Distrito Industrial, o Formigão fez a apresentação oficial do atacante Dandão, que foi revelado pelo Montes Claros, na última participação de um clube da cidade na Elite Mineira, em 1997. Ele estava no Chalkanoras, pelo qual conquistou a Terceira Divisão do Chipre no meio do ano e até a metade de dezembro disputava a Segunda Divisão daquele país.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

1 comentários:

Hugo disse...

É decepcionante até certo ponto, pois dos vários jogadores acessíveis e de boa qualidade q foram especulados, nenhum acertou.

O goleiro Rafael Córdova, o volante Alexandre (é o q mais lamento, gostaria de entender sua ida), o goleiro Felipe(Sanches?), o meia Ortiz,
o bom lateral Stanley (q falaram até ontem q iria voltar mas já está treinando em Uberaba).

Esses que citei foram ANUNCIADOS aqui neste blog como reforços, mas não chegaram. Farão muita falta.
Os que realmente foram contratados têm qualidade duvidosa e creio q este não é o momento de se fazer testes.