Chance de reabilitação contra estreante

A CHANCE DE reabilitação já será neste sábado, contra o Medley/Campinas, às 17 horas, no Ginásio Taquaral, com capacidade para 4 mil pessoas, na cidade do interior paulista. O jogo vale pela oitava rodada do primeiro turno da Superliga Nacional de Vôlei e os dois times nunca se enfrentaram já que os campineiros são estreantes.

O CLUBE FOI FUNDADO em uma parceria da prefeitura com o laboratório que lhe dá o primeiro nome e conta com o ex-levantador Maurício, campeão olímpico em Barcelona ’92, como coordenador esportivo. Aliás, naquele ano de conquista da medalha de ouro, o técnico do BMG/Montes Claros, Talmo de Oliveira, fazia parte do grupo como reserva do próprio levantador.

O CAMPINAS FAZ uma campanha intermediária, com duas vitórias (contra Sogipa e Blumenau/Olympico) e duas derrotas (Cimed e Volta Redonda).

SEU JOGADOR MAIS conhecido é o meio de rede André Heller, que até a temporada passada estava no Vivo/Minas e já foi da Seleção Brasileira, mas um nome é também conhecido da torcida de Montes Claros: o levantador Thiago Gelisnki é irmão de Danilo Gelinski, que no ano passado, ainda em idade juvenil, estava como um dos levantadores reservas no grupo vice-campeão brasileiro pela cidade do Norte de Minas. Cristovão, hoje no Vitória de Guimarães, de Portugal, era a primeira opção do treinador para a suplência de Rodriguinho no ano anterior.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: