Anderson Futebol Clube?

JOGADORES DE MESMO nome, todos defensores, esperam que o Funorte seja a surpresa positiva do Mineiro

AINDA HÁ VAGAS NO elenco do Funorte que disputará de forma inédita a 1ª Divisão em 2011. Mas entre aqueles que chegaram e cumpriram a primeira parte dos trabalhos sob o comando do técnico Wagner Oliveira, há pouco mais de um mês, os nomes já estão sendo familiarizados pela torcida. Ainda mais quando há coincidências como acontece no setor de defesa, que já contava com zagueiro prata-da-casa Anderson Vieira e com o volante Anderson Toto e, há duas semanas, recebeu um terceiro homônimo: o lateral direito Anderson Silveira.


JUSTAMENTE POR CAUSA do sobrenome que já assinam, nenhum deles acredita em confusão e mostram confiança para que estejam na formação titular que vai entrar em campo na estreia estadual, contra o Atlético, no dia 30 de janeiro, no Estádio José Maria Melo, em Montes Claros - se tudo correr como o previsto na reforma do local (nenhuma das obras de alvenaria teve início).

PRIMEIRA EM MINAS

“SERÁ UM PROJETO novo para mim, até porque nunca joguei por um clube mineiro”, disse o carioca Anderson Silveira, de 27 anos, que passou a maior parte de sua carreira no Juventude/RS. Segundo ele, que também esteve no Anapolina/GO e em um clube da segunda divisão da Turquia, este ineditismo aumenta a responsabilidade. “Não apenas por se tratar de uma competição das mais importantes do País, mas também pelo fato de a cidade voltar à Primeira Divisão. Acredito que o Funorte será a grande atração nas primeiras rodadas”, adiantou Silveira.

INDAGADO SOBRE suas qualidades técnicas, Silveira se diz polivalente, mas com características mais fortes o apoio e as jogadas de linha de fundo. “Se for preciso, estarei à disposição para as cobranças de falta”, completou. A experiência na Turquia não foi das melhores. O lateral ficou por lá por apenas três meses e sofreu com o frio, o idioma e com a culinária excêntrica, mas a situação mais complicada, segundo ele, foi na parte financeira. Teve uma contusão muscular na coxa e preferiu voltar ao Brasil sem receber um salário sequer.

"JÁ FUI DE TIME QUE SURPREENDEU"

O MAIS BAIXO ENTRE os xarás, o volante Anderson Toto vai para sua segunda temporada com a camisa do Funorte. Nascido na região da Zona da Mata mineira passou antes pelas bases do Tupi e do Atlético e pelos times profissionais do próprio Tupi, Democrata de Governador Valadares e América de Teófilo Otoni. Marcador forte, como ele mesmo diz, espera uma temporada bem sucedida, mesmo entendendo que a 1ª Divisão tem um nível técnico bastante diferente do que o clube conheceu até agora.

“JÁ FIZ PARTE de times que já surpreenderam no Mineiro, caso do Democrata. Por isso, não duvido que o Funorte possa ser esta surpresa em 2011”, disse o atleta. É bem provável que Toto comece jogando na pré-temporada tricolor, a partir de janeiro. Com as saídas de Alexandre e Marcones e, ao mesmo tempo, enquanto nenhuma outra contratação para o setor é anunciada, ele segue como uma das três opções de volante no elenco, ao lado do jovem Diogo e do então capitão Marcelino. Se for preciso, disse que pode ser improvisado em outra posição. Já chegou a ser utilizado como lateral direito.

PRATA-DA-CASA

ÚNICO DOS TRÊS nascido em Montes Claros, o zagueiro Anderson Vieira veio do time júnior do Funorte, que ficou em terceiro lugar no Campeonato Mineiro da categoria, em 2009. Como se destacou naquela campanha, que teve destaques vitórias sobre Atlético e Cruzeiro, rapidamente ganhou a oportunidade no time profissional. “É uma motivação a mais ser daqui e chegar à Primeira Divisão de Minas com um clube da cidade. Prometo um trabalho muito sério e que a gente possa dar conta do recado e manter o Funorte entre os melhores de Minas”, disse o jovem defensor. (Fotos gentilmente cedidas por Rubem Ribeiro)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: