TV só antes da estreia na Superliga; Santo vem de 12 derrotas

NO AR

AFILIADA DA
Rede Globo, a InterTV produziu, há uma semana, com o repórter e apresentador Cácio Xavier, uma matéria especial para o canal SporTV sobre o BMG/Montes Claros. O material, que foi ao ar em rede regional ontem – mas que está sendo veiculado em nível nacional –, atende à programação especial do canal a cabo para a véspera da abertura da Superliga de Vôlei, depois de amanhã. Atual vice-campeão brasileiro, o Montes Claros passou a ser uma das primeiras pautas da mídia especializada.

SEM TV, MESMO...

NO ENTANTO
, a mesma SporTV, que detém os direitos de transmissão da Superliga, não requisitou pessoal da afiliada local para auxiliá-la no primeiro jogo do Montes Claros, sábado, contra o Santo André/Spread. Ou seja, sem apoio da emissora InterTV, está descartada de uma vez por todas qualquer possibilidade de transmissão desse jogo.

SANTO PERDEU DOZE

POR TER SIDO
participante do mais importante campeonato estadual no qual enfrentou na primeira fase pelo menos quatro dos favoritos ao título nacional (Sesi/SP, Sky/Pinheiros, Vôlei Futuro e Medley/Campinas), o Santo André/Spread merece atenção especial do BMG/Montes Claros. É o chamado respeito recíproco. Mas para a torcida a coisa funciona de forma diferente e não há como colocar o “Pequi Atômico” como favorito – e disparado. O argumento: o mais recente desempenho do Santo André, que foi o 12º colocado na Superliga passada, não impressiona: foram catorze jogos no Paulista de Vôlei/2010, com apenas duas vitórias; e sobre o fraco Atibaia.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: