Funorte EC oferece vagas

CLUBE FAZ LIMPEZA e dispensa até capitão, mas reforma já havia começado na própria Taça Minas

A ERA DO TÉCNICO
Wagner Oliveira começou na "base da foice" com o elenco do Funorte. Em consenso com a diretoria após avaliação do grupo que disputou a Taça Minas Gerais – e somou apenas três pontos em trinta possíveis – a semana terminou com a dispensa de catorze jogadores, enquanto dois permanecem como incógnitas e outra dupla negociou a saída para clubes de fora de Minas.

SOBRE AS REPOSIÇÕES que o clube fará visando a elite estadual, nenhum nome foi oficialmente confirmado, embora o JN já tenha adiantado o interesse no goleiro Rafael Córdova, ex-Vitória e Paysandu. O atacante Renna (Uberlândia) seria outro alvo do tricolor.

É MAIS PRÁTICO ressaltar que a reformulação no Funorte começou dentro da própria Taça Minas Gerais. Do time que entrou em campo na estreia contra o Uberaba (2x2), ainda em agosto, seis estão sendo dispensados: o goleiro Adson, o zagueiro Eddiê, o lateral Tiaguinho, os meias Andrezinho e André Malacrida e o atacante Hiroshi.

JÁ SOBRE A EQUIPE que encerrou a participação nessa competição, há uma semana, contra o mesmo Zebu (2x4), todos foram mantidos. Ou seja, os dispensáveis já estavam de fora dos planos mesmo se tratando da comissão técnica interinamente comandada por Erivelto Martins.

O 'LISTÃO' DO Formigão tem ainda os atacantes Andrade, Tiago Pitbull e Wesley, o zagueiro Léo e o lateral Diego Fiúza, além do também lateral Alemão, que sequer foi aproveitado pelo Tricolor após sua contratação junto ao Foz do Iguaçu/PR. Ainda na semana de apresentação teve uma crise de apendicite e precisou ser operado. O ala Tiaguinho e os volantes Romário e Jonathan, revelados pelo próprio clube, também já deixaram o grupo. Uma curiosidade: Andrezinho fazia parte do grupo do Funorte desde 2008 e até então carregava a faixa de capitão.

OS GOLEIROS DOUGLAS e Wilson Martins, o lateral Fayllon, os meias Marcelino, Diogo, Anderson Toto e Esquerdinha, os zagueiros Anderson Vieira e Martinez e os atacantes Rafael Filipe e Rafinha, além do volante Marcones e dos ainda juniores Cadu, Daniel, Gabriel e Marcus Vinícius estão mantidos nos planos, mas sem qualquer garantia de titularidade para a temporada que vem, até porque os planos da diretoria, sob recomendação da comissão técnica, é de contratar pelo menos quinze reforços.

O LATERAL FABRÍCIO e o meia Rômulo estão em "stand by" e dependem de novas reuniões com a diretoria para ver se ficam. Na Taça Minas chegaram a ser afastados para melhor condicionamento físico e técnico. Já o zagueiro Alex e o lateral esquerdo Wagner, veio do Mato Grosso, pediram para sair e o Funorte não mostrou qualquer resistência para mantê-los.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

1 comentários:

willians disse...

ola meu nome e willians tenho sou do ano de 1987 sou volante estou sem clube sou de cabo frio jah joguei po time pequenos de sao pdro da aldeia e falta chançe porriço q nunca virei prfissonal se vcs me decem uma chançe de treina com vcs ai eu me banco eu quero e jogar futeol se vcs me dessem essa oprtunidade vc naum iam se arrepende vc q fez esse blog me de uma chance meu meu emeil willians.cf@hotmail.com me de uma chance