Clube já é candidato à sede

PODERIO DO GINÁSIO E ajuda de custo entre os argumentos para convencer a CBFS

O PRÓXIMO OBJETIVO
do MCTC é dos mais ambiciosos, mas não impossível segundo seu presidente Geraldo Altamiro de Oliveira, o Tatu (na foto, ao lado do técnico Rogério Guedes "Bezerra"). Já no primeiro dia após a conquista do Campeonato Mineiro, o clube iniciou os trabalhos para que Montes Claros seja a sede da Taça Brasil, contra equipes campeãs de outros sete dos principais estados do País no futsal feminino.

“APRESENTEI A IDEIA ao prefeito [Luiz Tadeu Leite] e procurei saber com a direção da Confederação Brasileira de Futsal, ainda hoje [ontem] quais são as exigências para que a nossa cidade seja a sede”, disse Tatu sobre o trabalho iniciado desde ontem para que a Taça Brasil aconteça pela primeira vez na história no Norte de Minas. De imediato, o clube precisaria assumir o ônus de hospedagem e alimentação das delegações visitantes. A CBFS custearia parte do traslado das equipes de suas sedes até MOC. Ao MCTC é à sede caberiam, também, as despesas com arbitragem.

A PRINCÍPIO, A CIDADE pernambucana de Caruaru seria a única concorrente para receber a principal competição nacional entre mulheres. Mas para vencer essa batalha nos bastidores o argumento do MCTC está em um exemplo vindo do co-irmão vôlei: a imponência do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, o maior entre as cidades de interior no País, que na Superliga anterior – e na atual – já vem registrando recorde de público.

“O POLIESPORTIVO TEM condições de receber qualquer competição oficial e nossa cidade gosta muito de esporte”, disse o técnico Rogério Maciel, o Bezerra, reforçando as palavras do presidente do clube. Tatu acredita que a partir da conquista estadual por parte das meninas, o haverá um apoio maior do empresariado local. Até então, o próprio MCTC, com o apoio da Secretaria de Administração, teve que arcar com todas as despesas do time até então. “Aproveito o momento para agradecer a colaboração da secretária Marta Pompeu ao time campeão mineiro”. (FOTOS: Veneta)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: