À base da virada

A PREVISÃO DE UM jogo apertado foi certeira e o BMG/Montes Claros teve muito trabalho para conquistar sua terceira vitória na Superliga Nacional de Vôlei e manter os 100% de aproveitamento. Após duas horas e dois minutos, o time norte-mineiro derrotou o Fátima/Medquímica/Sogipa por três sets a dois, de virada, na quinta-feira, no Ginásio Poliesportivo da Sogipa, em Porto Alegre/RS, em partida válida pela terceira rodada.

O TEMPO PARA COMEMORAR a boa fase será curto, pois, já neste sábado, o time volta à quadra para o compromisso no Ginásio Ilha São João, em Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro, às 16 horas, contra o Voltaço Vôlei. Em agosto último, os times se encontraram amistosamente na disputa da Copa Cimed, em Pouso Alegre, Sul de Minas, e o Montes Claros venceu por 3 a 0. (Foto: Pedro Revillion/Sogipa)

MUITO TRABALHO NO SUL

A MOTIVAÇÃO DO TIME gaúcho em realizar sua primeira partida em casa parece ter aumentado o grau de dificuldade para o Montes Claros, que perdeu os dois primeiros sets pelo mesmo placar (22/25). No set seguinte, a opção feita pelo técnico Talmo de Oliveira de rodízio de jogadores – utilizou nove deles - surtiu efeito e a vitória veio (25/20).

E NO QUARTO, A FORMAÇÃO titular teve Giovanni no lugar de Alberto e sem qualquer outra substituição no decorrer dos 25 minutos, vitória por 25/18, levando a decisão do jogo para o tie-break. Mesmo tendo enfrentado uma maratona de mais de 12 horas de viagem, de escalas e vôos atrasados entre Montes Claros e a Capital do Rio Grande do Sul, o Montes Claros soube manter o maior volume de jogo e venceu por 15/9, em 13 minutos, fechando o jogo em 3 sets a dois.

O OPOSTO LEANDRÃO foi o maior pontuador da noite com 23 acertos, sendo 18 em ataques. Na Superliga, ele soma 50 pontos.

ALÉM DE SE DESTACAR em sua função com passes precisos, o levantador Rodriguinho foi o melhor em quadra no aproveitamento de saques, com três pontos de aces.

O BMG/MONTES CLAROS teve Manius (16), Fábio Paes, Rodriguinho (5), Leandrão (23), Thiago Salsa (9), Bruno Zanuto (4) e Alberto Mendes (5). Entraram ainda Alemão (4), Giovanni (3), Evero (4) e Rodrigo Ribeiro (0). Pelo twitter, Talmo resumiu a vitória de anteontem: “A força de uma equipe está na capacidade de se doar ao máximo, errar e acertar fazem parte de um aprendizado eterno”, postou o treinador.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: