Baixa no comando do Funorte

NEM BEM COMEÇOU seu projeto visando o Campeonato Mineiro da Primeira Divisão de 2011 o Funorte Montes Claros já se depara com uma baixa. Ainda no início da semana, quando a nova comissão técnica estava sendo apresentada, Odair D’Arc Borges entregava seu cargo à diretoria. Na mudança processada pelo clube com o acesso, ele não aceitou a mudança de função de diretor de futebol para supervisor. No entanto, ele disse à VENETA, no início da noite dessa quarta-feira, que não se trata de uma decisão definitiva.

AINDA EM JANEIRO, o ex-zagueiro Odair, com passagens pelo Atlético, Cruzeiro, Sporting Braga e Penafiel e que completou 37 anos mês passado, fazia parte do grupo de atletas tricolores, mas a chegada do técnico José Maria Pena parece ter sido determinante em sua decisão de encerrar a carreira, já que ele não tinha qualquer histórico de grave contusão e, à época, carregava a tarja de capitão.

SÓ QUE O SEU INTERESSE não era de deixar o futebol. Chegou a idealizar um projeto de profissionalização de um clube amador de Januária para a disputa da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro. Mas como o prazo estipulado pela FMF para novos registros de agremiações venceu em abril, os planos para aquela cidade do Norte de Minas foram adiados, o que reaproximou Odair do Funorte.

O CLUBE TRICOLOR, ENTÃO, lhe fez o convite para ser seu diretor de futebol a partir da Taça Minas Gerais, aproveitando o bom relacionamento que o ex-zagueiro tem com jogadores e empresários, o que seria um facilitador nas possíveis contratações de atletas. Mas com o fim da competição e a contratação de novos profissionais fez o FEC remanejar algumas funções no comando do futebol.

“O MEU INTERESSE era de continuar como diretor de futebol, função que estava exercendo na Taça Minas Gerais. No momento, não considero esta mudança interessante”, acrescentou. Perguntado se haveria chance de rever a decisão, Odair afirmou que terá outra reunião com os diretores do Funorte para saber se a posição do clube é definitiva.

CASO NÃO PERMANEÇA no Funorte, Odair já tem planos. Pelo fato de ser ex-jogador profissional tem direito ao certificado do Conselho Regional de Educação Física de Minas Gerais (CREFI-6) e, com o documento mediante um aperfeiçoamento, vai fazer o curso de formação de técnico, na escola da UFMG (BH). Fora do esporte, seguirá no ramo da construção civil (residências).

NO DIA 25 DE OUTUBRO, em nota enviada pela assessoria de imprensa, o Funorte anunciava a nova composição do departamento de futebol. Os contratados Wagner Oliveira e Marcelo Serrano como treinador e coordenador técnico, respectivamente; Jeibson Moura Germano na diretoria de futebol, Altair Cuíca como preparador de goleiros, Dudu Diniz na preparação física e Odair como supervisor.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

2 comentários:

Iranilson Jr disse...

Ótima notícia!

Tchau Odair!

Anônimo disse...

Olha a noticia não é boa não... odiretor do funorte esta brincando com a profissao das pessoas, ele reúne o pessoal faz promessas e na hora h foge da raia, na hora de comer carne de terceira ele contratou o pessoal da regiao, agora que tem filé mignon ele chama o povo da capital... o junior nao se corrompe não!!! homem tem que ter palavra!