Nem a estreia: passagem de Wagner Oliveira em 1998 foi sucedida por Ruy Guimarães

WAGNER OLIVEIRA NÃO será um nome estranho para o torcedor de Montes Claros. Em 1998, ele foi o primeiro técnico na segunda experiência do Montes Claros Esporte Clube na primeira divisão do Campeonato Mineiro, mas nem mesmo ficou para a estreia do time. (Foto: Joinville EC)

DEPOIS DE TRABALHAR
em alguns amistosos, alegando falta de estrutura, como disse ao JORNAL DE NOTÍCIAS à época, pediu demissão. O clube, por sua vez, disse que Wagner, vindo de times na maioria de categorias de base não tinha tanta experiência com profissionais e foi atrás do folclórico Ruy Guimarães para substituí-lo.

POR ENQUANTO, ELE
vem só. Ainda não indicou qualquer outro nome para compor a comissão técnica ou mesmo o elenco de jogadores. Mas há outra novidade. O Funorte estaria acertando com um grupo de investidores para o seu primeiro projeto na Elite Mineira do qual faz parte Marcelo Serrano, que assumirá no Norte de Minas a função de coordenador técnico.

COM EXPERIÊNCIA ATÉ
mesmo nos Estados Unidos, Serrano esteve recentemente no Mamoré, onde durou apenas um jogo. Saiu brigado com a diretoria por causa da falta de organização nos bastidores. O clube de Patos de Minas teve que fazer a primeira partida da Taça Minas com apenas dois reservas no banco, sendo um deles um goleiro, que atuou na linha. Outros atletas fora de forma física ou mesmo contundidos foram para o sacrifício diante da falta de opções. Isso porque nem todos os seus jogadores estavam regularizados.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: