TV e BMG podem ajudar na "plástica"

DIRETOR DO Funorte explica como acordo aconteceu, o porquê da mudança do campo e fonte de receita

PONTOS ACERTADOS

O FUNORTE ESTÁ confiante para que o acordo com o Ateneu seja arrematado até o final desta semana. Redigida pela advogada Marilda Marley Xavier, o clube tricolor enviou a proposta de convênio ao Ateneu que, por sua vez, está analisando alguns detalhes do documento e prometeu entregá-lo assinado. "Tem algumas observações que a diretoria do Ateneu considera pertinentes e vamos respeitar isso, mas a maioria dos pontos já foi acertada", disse o diretor financeiro/executivo do FEC, Cristiano Dias Júnior, em conversa com a VENETA, nesta terça-feira.

DOZE ANOS

O PEDIDO DO FUNORTE é para uma parceria de 12 anos, atendendo algumas normas determinadas nas propostas de emendas parlamentares que podem incrementar o projeto. Mas sobre o presente, indagado sobre qual seria a fonte de receita para o clube cumprir, em tempo recorde, a reforma do estádio João Rebello, Cristiano Júnior citou a cota de televisionamento do Campeonato Mineiro da 1ª Divisão, que extraoficialmente pode chegar até a R$ 650 mil, e, ainda, um patrocínio do Banco BMG, que está sendo discutido e já estaria "bastante adiantado".

"DUAS COISAS"

JÚNIOR FALOU também sobre a mudança de plano, deixando de lado a proposta de reforma do Estádio José Maria Melo que foi apresentada na 'coletiva do acesso'. "Foram duas coisas que aconteceram ao mesmo tempo", evidenciou, ao comentar que a primeira delas seria uma resistência de pessoas ligadas ao Cassimiro em aceitar a parceria dessa maneira. Deixou claro que o presidente Bonga, sempre que foi procurado, mostrou-se solicito.

OFERTA

NA SEGUNDA OBSERVAÇÃO, uma surpresa: o Funorte quem foi procurado pelo Ateneu para firmar esse acordo. "Houve uma sugestão da parte deles. Apresentamos nossa proposta, eles estudaram e, com muito trabalho, as coisas estão saindo do lugar", disse otimista.

MUDA NOME

POR ÚLTIMO, O diretor tricolor confirmou que, em um futuro breve, o nome Ateneu será mesmo evidenciado, deixando o Funorte como gestor e patrocinador do departamento profissional, ao lado de parceiros e patrocinadores. "É um trabalho a longo prazo, mas, independente do nome, está colocando o futebol de Montes Claros em evidência", finalizou.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: