Talmo: "consequência do trabalho"

TÉCNICO FALA como time se acertou no primeiro jogo oficial; auxiliar Leandro Dutra destaca a evolução

O TÉCNICO TALMO DE Oliveira resolveu analisar a vitória como "consequência de um trabalho intenso" desde a apresentação do novo grupo do BMG/Montes Claros, passando por treinamentos, amistosos, competições e, enfim, o primeiro jogo oficial nessa sexta-feira. Sobre o bom aproveitamento em praticamente todos os fundamentos e jogadas ensaiadas, como a bola curta, disse ao JN que o time já vinha mostrando esse rendimento nos treinos. "Posso dizer que a vitória é fruto da qualidade deste trabalho".
AO MESMO TEMPO, Talmo reconheceu que há um trabalho específico para cada partida, isso por causa da característica do adversário. "O time do Minas foi estudado com afinco. Assim, buscamos neutralizar alguns de seus pontos fortes". O treinador ainda analisou o oposto Alemão, para muitos o melhor jogador em quadra, além de ter sido o maior pontuador, com 13 pontos. Ele entrou com a missão de substituir o titular Leandrão, que havia se destacado na conquista da Copa Cimed, há duas semanas, mas não atuou anteontem por causa de um problema no ombro.
"OS DOIS ESTÃO DE parabéns. No caso do Alemão, ele vem treinando sempre com essa média de aproveitamento. Estamos bem servidos e, o quando antes, esperamos estar com o grupo completo", finalizou, ao explicar que a contratação do ponteiro Everaldo, nesta semana, além da necessidade para a longa temporada, foi um consenso da comissão técnica e do próprio grupo, já que muitos atletas já trabalharam com ele (ou contra ele).

CONFIANÇA

O AUXILIAR
técnico do Montes Claros Leandro Dutra preferiu falar sobre a evolução que o time vem mostrando a cada jogo, em especial no aproveitamento do saque. "A vitória é fundamental para o time ganhar confiança, ainda mais jogando praticamente o tempo todo à frente do placar, embora essa partida tenha sido muito dura, não apenas pela qualidade do Minas, mas por outros elementos, como a ansiedade da torcida e a própria rivalidade entre os dois clubes", respondeu à Veneta.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: