Foi no tie-break e BMG/Montes Claros de novo rumo à reabilitação

REABILITAÇÃO DE NOVO

DE VOLTA AO PLANO
da reabilitação. O BMG/Montes Claros tenta neste domingo, às 17 horas, na Arena JK, em Belo Horizonte, sua segunda vitória no Campeonato Mineiro de Vôlei, contra o Vivo/Minas, time que venceu na estreia. A meta é recuperar-se de mais uma derrota para o Sada/Cruzeiro, na sexta-feira, de virada, em Betim, por três a dois. O jogo foi considerado o mais equilibrado da competição até agora, não apenas por ter chegado ao tie break, mas pela alternância constante de vantagem no placar e a igualdade nos fundamentos considerados estratégicos, como o saque forçado e a defesa.

REPETECO

HÁ UMA SEMANA
, o Montes Claros já havia sido derrotado pelo Sada/Cruzeiro, em casa. Com esses dois revés, dificilmente o time conseguirá o primeiro lugar geral da segunda fase, mas as vitórias nos jogos restantes contra o Vivo/Minas e o Olympico/Martplus serão determinantes para ser o segundo melhor colocado e fugir do rival celeste nas semifinais.

CONTRA TORCIDA TAMBÉM

ONTEM, EM BETIM
, além do forte adversário, o Montes Claros teve que enfrentar a torcida. O Ginásio Divino Braga estava com lotação máxima (3,5 mil pessoas). Mesmo assim, os comandados de Talmo de Oliveira deram conta do primeiro set e com uma vantagem considerável: 25/16. Mas nos dois sets seguintes, o time desencontrou-se no saque e no ataque e foi superado pelo rival: 18/25 e 20/25. Restava a reação no quarto set e com dois aces de Manius, o maior pontuador da noite com 24 acertos, o time conseguiu vencer o 4º set mesmo depois da desvantagem no segundo tempo técnico: 25/20.

RESUMO

O TIE BREAK
resumiu bem o que foi o equilíbrio e o poder de reação dos dois times. O Cruzeiro chegou a abrir quatro pontos (8/4), depois três (11/8), até tomar "o vira" no placar (13/12), mas o Sada/Cruzeiro conseguiu acertar a mão no bloqueio e contar com o erro dos montes-clarenses para fechar o jogo por 17/15.

PALAVRAS:

"FOI UM JOGO MUITO
emocionante. Contra o time de Montes Claros é sempre um duelo difícil, muito disputado, como um clássico deve ser", destacou o central Renato Felizardo, do Cruzeiro. Por sua vez, o técnico Talmo de Oliveira procurou fazer as mudanças táticas para o time reagir, em especial no quarto set e para o equilíbrio no placar durante o tie break, "decidido ponto a ponto". Ele destacou a defesa como melhor fundamento nessa partida.

TIMES

BMG/MONTES
Claros – Rodriguinho, Alemão, Salsa e Alberto, Manius e Evero e o líbero Fábio. Entraram Rodrigo Ribeiro e Denison. Sada/Cruzeiro – William, Wallace, Renato Felizardo e Douglas Cordeiro, Léo Mineiro e Filipe e o líbero Serginho. Entraram Danilo, Samuel e Acácio.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: