BMG/Montes Claros faz outro três a zero fácil

INDEPENDENTE DO resultado de hoje à noite, quando, de uniforme branco, enfrentou o Olympico/Martplus/Soya (de amarelo) pela segunda vez e venceu por três sets a zero (25/12, 25/17 e 25/13), no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, o BMG/Montes Claros já havia conquistado a segunda colocação geral da 2ª fase do Campeonato Mineiro de Vôlei, quando (de preto) derrotou o mesmo adversário (de branco), ainda na terça-feira, pelos mesmos três a zero, parciais de 25/21, 25/15 25/21. O time que deixou a quadra era praticamente reserva.

COM ESSE DESEMPENHO, o time do Norte de Minas fecha a campanha com quatro vitórias e duas derrotas (dez pontos) e vai jogar contra o terceiro melhor time dessa fase, que sairá dos dois últimos duelos pendentes entre o próprio Olympico e o Vivo/Minas, nos dias 2 e 4 de outubro. Os dois ainda não venceram um jogo sequer.

O CERTO É que o Montes Claros fará a partida única da semifinal no dia 23 de outubro, provavelmente em casa, já que teve melhor campanha (Isso vai depender da TV Alterosa, que tem os direitos de transmissão do Campeonato Mineiro). O Sada/Cruzeiro, primeiro colocado geral, é outro beneficiado e vai mandar a semifinal também em seu domínio. Se chegar à decisão, também será o mandante.

NOS DOIS compromissos desta semana, pouco prestigiado pelo público, o técnico Talmo de Oliveira não pôde contar com o oposto Leandrão, em tratamento de uma tendinite no ombro direito, o central Giovanni Chagas, que se recupera de uma cirurgia vascular e só deve voltar daqui a três semanas, e o ponteiro Everaldo, que no treino de segunda-feira sofreu uma leve torção no tornozelo direito. Fica parado por mais duas semanas.

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: