Enfim, amistosos para o BMG/Montes Claros; uma fila só, Denison fora...

UM JOGO PARA O TIME NOVO

DEPOIS DE
pelo menos quatro tentativas com os times do BMG/São Bernardo, Sada/Cruzeiro, Upis/Brasília e Vivo/Minas, enfim, o BMG/Montes Claros conseguiu acertar os amistosos em casa para a apresentação do seu novo time à torcida. Nesta sexta-feira, às 19 horas, e no sábado, às 10 horas, no Poliesportivo do Monte Carmelo, vai enfrentar a equipe da Universidade Federal de Juiz de Fora. (foto: Rubem Ribeiro)

DIRETO DE JF

O TIME DA UFJF
/Café Toko/MRS está com participação confirmada na primeira fase do Campeonato Mineiro, na primeira semana de setembro. Terá outros quatro adversários em um turno único, podendo se classificar para a fase final, que terá os chamados grandes clubes do Estado: Cruzeiro, Montes Claros e Minas. Ainda sobre o time da Zona da Mata: ele disputou a Liga Nacional, competição classificatória à Superliga, mas ficou pelo caminho, perdendo para o AABB/Niterói a classificação para a reta final.

UMA FILA SÓ

O TORCEDOR NÃO VAI
precisar enfrentar duas filas para ver o lançamento do BMG/Montes Claros desde a formação do novo time de vôlei. Os ingressos são os mais acessíveis: a doação de um quilo de alimento não-perecível para cada dia; e cada pessoa (com exceção de sal e fubá). Ao invés de trocá-lo antes pelo bilhete em postos autorizados, o clube optou em receber os donativos na porta do próprio Poliesportivo. Uma fila só.

PRESSA

“SERÁ UMA ANSIEDADE A
menos, já que uma fila apenas para a troca pelo ingresso demandaria tempo tanto para o clube como para a torcida”, brinca e analisa o diretor Victor Oliveira, que reconheceu o trabalho que teve para acertar com um adversário para este e mais um jogo. Ele tentou realizar o primeiro jogo ainda na primeira semana do mês, mas não houve acordo com pelo menos quatro clubes convidados. Restou ao técnico Talmo de Oliveira (foto ao lado), sua comissão técnica e aos jogadores cumprir uma agenda apenas de treinos e academia.

DESFALQUE

PARA ESTA SEXTA
e depois de amanhã, o time não terá o ponteiro Denison (foto), que também joga de líbero. Por causa de uma lesão de menisco no joelho direito, ele teve que passar por uma artroscopia na última segunda-feira e vai cumprir um tratamento de, no mínimo, um mês até voltar a trabalhar com bola. Para a sua assessoria, ele disse que a torção aconteceu no que considera “um acidente de trabalho”. Ao mesmo tempo, lamenta “perder parte da preparação de mais de 40 dias”, mas acredita que volta aos planos do técnico Talmo de Oliveira a tempo de disputar o Campeonato Mineiro, em outubro.

CIMED NÃO DÁ

AOS 30 ANOS, DENISON
chamou a atenção da comissão técnica do BMG/Montes Claros pela versatilidade, afinal, além de ponteiro, atua também como líbero. A intenção de aproveitá-lo nas duas posições é evidente, tanto que somente um líbero, no caso Fábio Paes, ex-Sesi/SP, foi contratado até agora. Nos últimos cinco anos, Denison jogou na Europa, em times gregos, turcos e italianos. Se o jogador está confiante em relação à disputa da segunda fase do Campeonato Mineiro, no qual o Montes Claros defenderá o título, o mesmo não se pode dizer sobre a Copa Cimed. A competição acontecerá daqui a dez dias, na cidade de Pouso Alegre.

DESDE ABRIL

ESTE SERÁ O PRIMEIRO
reencontro com a torcida local desde a semifinal da última Superliga, quando venceu o Sada/Cruzeiro. De lá para cá, o time mudou muito, permanecendo apenas o levantador Rodriguinho, o central Salsa e o oposto Breno. Foram contratados o levantador Rodrigo Ribeiro e os opostos Leandrão e Alemão, além dos centrais Giovanni, Alberto e Matheuzão, os ponteiros Bruno Zanuto, Manius e Ansis, assim como o líbero Fábio Paes. (fotos: Clésio Robert)

VISITA DE MARQUES

O ÍDOLO MARQUES
está apostando no Norte de Minas como reduto dos atleticanos, seus principais aliados na inédita campanha pela Assembleia Legislativa. O ex-atacante do Galo esteve em Montes Claros na terça e quarta-feira, fazendo campanha deputado estadual. Mas antes mesmo da política, já tinha uma atenção especial à cidade pelas amizades dos tempos de CAM, como o ex-jogador Sandrinho.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: