Peneira "apura" líbero, levantador e ponteiro

TRIO NOVO

TRÊS JOVENS, SENDO um líbero, um levantador e um ponteiro entre 18 e 20 anos – dois da própria cidade –, foram selecionados pelo BMG/Montes Claros. A partir de uma série de treinamentos dirigidos para ganho muscular e peso, entrevistas e aprimoramento técnico estarão aptos para compor o grupo profissional que disputará a Superliga Nacional e o Campeonato Mineiro, dentre outras competições. A comissão técnica, por meio da Assessoria de Imprensa, informou à VENETA, que ainda vai avaliar como será a adaptação dos garotos aos treinos da equipe profissional. (foto: Divulgação)

PRIMEIRA COM 32

A PENEIRA, A
primeira que o clube promoveu desde sua fundação, ano passado, aconteceu no último sábado à tarde, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, com a participação de 32 candidatos. Por uma hora e meia, a partir dos fundamentos básicos da modalidade, eles foram avaliados pelo técnico Talmo de Oliveira e o auxiliar Leandro Dutra. O restante da comissão, o presidente Felipe Oliveira, o diretor Victor Oliveira e o supervisor William do Padro também acompanharam os trabalhos.

AO LADO DA QUADRA

AOS 18 ANOS E
1,84 metro, o levantador Gabriel de Souza Lima é um dos montes-clarenses selecionados. Pratica o vôlei há dois anos e faz parte do time do Montes Claros Tênis Clube (MCTC), inclusive com o título dos Jogos do Interior de Minas (JIMI) na primeira fase. Curiosamente, começou no basquete, mas acabou optando pelo vôlei diante da "maior afinidade". Na Superliga do ano passado, fez parte do time de auxiliares de quadra, que ajudam na organização das bolas nos jogos do time em casa.


LÍBERO E PONTEIRO

O LÍBERO É ALAN
Saturnino Silva (foto à direita), de 1,82 metro e 20 anos, vindo direto de Brasília/DF. Recorreu à internet para se inscrever na peneirada, mas já estava familiarizado com o vôlei há mais de três anos como atleta da APCF, clube da Associação dos Peritos da Polícia Federal, no DF. O outro atleta de Montes Claros é Bruno Soares Fonseca (à esquerda), também de 18 anos, ponteiro de 1,95 metro e 66 quilos. Pelo visto, mesmo com a pouca idade, teme experiência em peneiradas, já que foi aprovado pelo Vivo/Minas e pelo Sada/Cruzeiro, mas desistiu de atuar na Capital Mineira para tentar a sorte em Montes Claros. "Estava tranqüilo porque já havia passado por outras peneiradas", analisou. (fotos: Ascom BMG/MOC)

MAIS DUAS?

CONCLUÍDA A PENEIRA
no Ginásio Poliesportivo, com a escolha de três jogadores entre os 32 inscritos, o BMG/Montes Claros poderá buscar outros valores fora da cidade. Haveria interesse na realização de outros testes em Teófilo Otoni e Unaí, mas, no momento, sem qualquer previsão de data.

PRIORIDADE AOS MAIS VELHOS

TÃO LOGO FOI
anunciado e apresentado o novo time de vôlei do Montes Claros, com a marca do BMG, uma dúvida surgiu entre os torcedores e a imprensa; como serão definidos os números das camisas? O ponteiro Bruno Zanuto, que chegou com pompas de ídolo, tratou de explicar como funciona. “Os veteranos têm a prioridade em escolher os números de preferência, os quais foram estampados na maior parte da carreira”. Aos 27 anos, deixou a entender que faz parte deste grupo e mostrava todo otimismo para entrar em quadra com o número 11 nas costas.

CONTRAPARTIDA

A CBV DEVE
oficializar, nas próximas horas, a realização dos amistosos contra a Alemanha que fazem parte da preparação da Seleção do Brasil para o Grand Prix.
ESSE É O NOME da Liga Mundial Feminina, que começa em agosto. O time treina desde maio, em Saquarema.
EM NOVE DE JUNHO, já adiantávamos Montes Claros como sede desses testes com as alemãs (link: http://bit.ly/bTMcsS).
NO ENTANTO, NA nota oficial da Confederação, ontem, sobre os treinos do time, no Rio de Janeiro, a garantia era apenas de que esses jogos serão mesmo em Minas Gerais e no mês de julho.
PARA BATER o martelo, será necessária uma confirmação da prefeitura, que assumiria os custos com transporte, hospedagem e alimentação das visitantes.
ASSIM COMO aconteceu com os times masculinos nos amistosos de setembro passado, entre Brasil e Estados Unidos.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: